Quarta-feira, Outubro 5, 2022
Quarta-feira, Outubro 5, 2022

Mário Marques e Gonçalo Pescada abrem caminho ao Cistermúsica

Data:

Partilhar artigo:

A pouco mais de um mês do início da 27.a edição do cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça, já existem vários concertos divulgados para o concelho de Alcobaça e em outros municípios. Para abrir as “hostilidades” desta programação em rede do festival, o alcobacense Mário Marques junta-se a Gonçalo Pescada para um concerto na Igreja S. Vicente, na cidade de Évora, já este sábado

A pouco mais de um mês do início da 27.a edição do cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça, já existem vários concertos divulgados para o concelho de Alcobaça e em outros municípios. Para abrir as “hostilidades” desta programação em rede do festival, o alcobacense Mário Marques junta-se a Gonçalo Pescada para um concerto na Igreja S. Vicente, na cidade de Évora, já este sábado

O espetáculo de acordeão e saxofone, agendado para as 21 horas, está inserido no evento “livros à Rua 2019” e ambiciona ser “um verdadeiro tributo aos mestres Astor Piazzolla e Richard Galliano”. Este será o primeiro concerto de vários que os músicos vão protagonizar na região, no âmbito do festival.

Em Alcobaça, a abertura da programação está agendada para 28 de junho. Contudo, na véspera, o festival faz uma pré-abertura no âmbito da programação “OFF”, com a exibição, no Mosteiro, do filme “O circo”, uma das obras-primas de charlie chaplin, que será musicado ao vivo pelo pianista Paulo Melo.

A 30 de junho, o grupo ludovice Ensemble levará a música barroca até à Nave central do Mosteiro. O Ballet contemporâneo do Norte apresenta um bailado no claustro d. Afonso VI a 5 de julho.

O festival visitará o Mosteiro de Coz no dia 7 de julho para um concerto vocal de “música antiga” pelo Officium Ensemble. O Claustro do Silêncio do monumento será palco, no dia 11 de julho, de um recital da pianista sul coreana Young-choon Park. Por sua vez, a Sacristia receberá “Sopro de Vida”, do Ensemble criasons, a 12 de julho. O dia “Non Stop”, a 13 de julho, promete ser o dia com mais programação e conta já com um programa da companhia de dança de Almada.

A 20 de julho, o Centro Cultural Gonçalves Sapinho, na Benedita, será palco de um grande concerto orquestral “Sortilégio de Viena”, pelo grupo Ensemble Mediterrain. O bailado “dança em diálogos” é um dos vários espetáculos previstos para assinalar os 100 anos de Sophia de Mello Breyner Andresen, a 25 de julho, também no Mosteiro. Os espanhóis “cuarteto casals” voltam a Alcobaça a 28 de julho.

“Erudito e Popular” é a temática desta edição do festival, que promete mais de 50 produções, de norte a sul do País, a serem divulgadas nos próximos dias

AD Footer

Artigos Relacionados

Veio ter comigo hoje a poesia

Hoje a poesia veio ter comigo em forma de notícia e não poema. Um de nós, um dos...

Peões causam perigo no atravessamento da EN242 na Nazaré

O perigo para peões e automobilistas na Estrada Nacional 242, entre a rotunda do Pavilhão Municipal e a...

Livro enaltece maior produtora de garrafas do País há 80 anos

Mais do que um livro sobre uma fábrica de garrafas, a obra do historiador Tiago Inácio, apresentada no...

Rui Morais na administração do Teatro Nacional de São Carlos

Há um alcobacense na nova administração do Organismo de Produção Artística (Opart), que gere o Teatro Nacional de...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!