Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Uma galeria de arte no Areeiro e um óasis para artistas do mundo

Data:

Partilhar artigo:

The Holdout é uma galeria de arte sediada no Areeiro e é um projeto da artista norte-americana Hyland Mather. Mais que um local de exposição, é um espaço que permite a artistas internacionais conhecer a região e recolher inspiração para a criação de obras avaliadas em milhares de euros. 

The Holdout é uma galeria de arte sediada no Areeiro e é um projeto do artista norte-americano Hyland Mather. Mais que um local de exposição, é um espaço que permite a artistas internacionais conhecer a região e recolher inspiração para a criação de obras avaliadas em milhares de euros. 

A aventura da “fanático por arte” iniciou-se em abril de 2018, quando decidiu adquirir uma “antiga casa de campo com apenas metade do telhado, sem chão e com uma necessidade imensa de um toque de amor”. “Quando começámos, o local não estava ocupado há 20 anos. Não tinha água corrente nem energia, mas tinha uma coruja como único habitante. Passámos 13 meses a reabilitar o espaço”, sublinha o artista, que possui galerias de arte em Nova Iorque e Amesterdão. Após mais de um ano de trabalho e “muita dedicação”, nasceu o Holdout, que prima por estar “situada numa paisagem portuguesa verdadeiramente deslumbrante, de fazendas pitorescas e costas fantásticas”. “A galeria está aninhada num lugar no qual a era digital ainda não dominou”, sublinha.

O processo de criação é distinto e requer uma imersão na cultura da região antes de pegar nos pincéis e na tela. Os artistas contemporâneos são então convidados a permanecer na residência, entre uma a duas semanas, e a visitar os concelhos de Alcobaça e da Nazaré com o intuito de alcançar inspiração. Posteriormente, os criadores são desafiados a criar uma peça inspirada na sua experiência, que será incluída no portefólio, exposto na galeria. Scott Albrecht foi o primeiro artista a aceitar o desafio e em maio inaugurou o espaço com a exposição “Where the Edges Meet” [“Onde As Pontas Se Cruzam”]. Desde a abertura, o Holdout já acolheu exposições de Cody Hudson, Jeffrey Cheung, Lauren Napolitano e do “duo artístico” Rachael e Jordy Kerwick. As mostras conquistam visitantes da localidade, de todas as idades, que veem no projeto uma forma eficaz e inovadora de revitalizar a localidade. Além da vertente artística, o Holdout dedica-se também à produção agrícola e o espaço possui 180 árvores de fruto, que visam “estimular a produção de alimentos orgânicos de qualidade”. 
 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!