Quarta-feira, Junho 29, 2022
Quarta-feira, Junho 29, 2022

Tribunal absolve mulher acusada de ter ateado fogo na Burinhosa

Data:

Partilhar artigo:

O Tribunal de Alcobaça absolveu, esta segunda-feira, a mulher acusada de ter incendiado um silvado, junto à sua casa na Burinhosa, cujo reacendimento terá contribuído para os incêndios de outubro de 2017 no Pinhal de Leiria.

O Tribunal de Alcobaça absolveu, esta segunda-feira, a mulher acusada de ter incendiado um silvado, junto à sua casa na Burinhosa, cujo reacendimento terá contribuído para os incêndios de outubro de 2017 no Pinhal de Leiria.

Lembrando os “problemas de saúde” e a “dificuldade em deslocar-se” da arguida, a juíza Ana Sofia Castelhano concluiu que, após a prova testemunhal, “não resulta provada a autoria do crime” que lhe foi imputado.

Fica, deste modo, por identificar os responsáveis que atearam o fogo num terreno baldio, do lado de fora da propriedade da mulher.

O  Ministério Público já tinha pedido a absolvição da única arguida do caso dos incêndios de outubro de 2017.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

A leste, algo de novo: o despertar dos impérios

Gostaria de estar mais otimista. Porém, os últimos desenvolvimentos à volta da  Guerra na Ucrânia não me permitem...

Hóquei em patins: Biblioteca conquista torneio de encerramento em Tomar

A equipa de sub-15 da Biblioteca conquistou o torneio de encerramento depois de vencer o Sp. Marinhense (10-4),...

Casal de americanos escolheu Alcobaça para ajudar emigrantes

”Portugal the Place” é o nome da empresa de consultoria gerida por um casal de americanos em... Alcobaça. Colleen...

Concurso Mundial de Bruxelas distingue quatro vinhos de Alcobaça

Os vinhos Montecapucho Arinto 2017, da Quinta dos Capuchos, e Mula Velha Rose 2021, da Parras Wines, foram...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!