Quinta-feira, Julho 7, 2022
Quinta-feira, Julho 7, 2022

Vestiaria com obras a caminho

Data:

Partilhar artigo:

A União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria (UFAV) pretende revitalizar a Vestiaria e tem previstas, para este ano, várias empreitadas na localidade, que visam “dinamizar e dignificar espaços, assim como torná-los mais utéis para o dia-a-dia da comunidade”. Grande parte do investimento, avaliado em cerca de 400 mil euros, será utilizado para “dar uma nova vida” à casa mortuária da Vestiaria, que poderá a vir ser transformada num museu.

A União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria (UFAV) pretende revitalizar a Vestiaria e tem previstas, para este ano, várias empreitadas na localidade, que visam “dinamizar e dignificar espaços, assim como torná-los mais utéis para o dia-a-dia da comunidade”. Grande parte do investimento, avaliado em cerca de 400 mil euros, será utilizado para “dar uma nova vida” à casa mortuária da Vestiaria, que poderá a vir ser transformada num museu.

“O ano de 2020 será muito importante para este executivo, uma vez que vamos concretizar, ou pelo menos colocar em projetos finais, algumas das nossas ambições”, revela ao REGIÃO DE CISTER a presidente da UFAV. De acordo com  Isabel Fonseca, alguns dos projetos podem até ser considerados “arrojados”, mas serão de “grande pertinência” e, por isso, “não devem ser adiados por mais tempo”. 

Com o intuito de tornar o centro da Vestiaria mais “aprazível”, a UFAV está a estudar a possível deslocalização da casa mortuária, “reutilizando” o atual espaço para a construção de um espaço museológico dedicado às tradições locais. “É uma hipótese muito interessante, mas é importante sublinhar que ainda não existe sequer um projeto. Estamos em fase de discussão de ideias e esta parece ser bastante pertinente porque é algo que não existe na localidade”, nota. 

A Junta tem ainda como objetivo a criação de um espaço de estacionamento, que “é uma lacuna em tempos de mais afluência populacional”, como é o caso da tradicional Festa da Vestiaria. Para efetivar a obra, o executivo precisa de recursos de que ainda não dispõe.“Vamos fazer as coisas com calma, consultando a opinião da população sobre a possível empreitada e dando início à criação do projeto. Mesmo que não se concretize até às próximas eleições, pelo menos queremos deixar o projeto concluído”, assevera.

Mas as empreitadas na Vestiaria não ficam por aqui. A requalificação do edifício da escola básica e do polo desportivo anexo são outros dos planos que, para Isabel Fonseca, são “uma necessidade pública”. Também a requalificação da fonte dos Casais da Vestiaria será concluída, assim que for terminada a sustentação das terras no local. “Foi um constrangimento que impediu a concretização da obra no ano anterior e que obrigou a um investimento de mais 5 mil euros”, revela a autarca, acrescentando que o espaço será também alvo de intervenção urbana. 

O programa de intervenções da UFAV inclui ainda uma “reorganização do espaço” da casa mortuária de Alcobaça. “A atual sala da casa mortuária é demasiado grande e existem constrangimentos quando ocorrem dois velórios em simultâneo. Para dar às famílias a privacidade merecida, vamos dividir o espaço em duas salas, ambas dotadas da privacidade e área necessária para estas situações”, explica. A obra já foi apresentada à Câmara.

“Sabemos que este é um plano ambicioso, mas o objetivo é conseguir dar passos em frente em cada um dos projetos antes das próximas eleições. Os concursos públicos são lentos e é preciso trabalhar sempre com antecedência. Mas creio que tudo estará concretizado no espaço de um ano e meio”, finaliza.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Central-periférica abre portas em Alcobaça a artistas em situação de risco

Um dos edifícios do centro histórico de Alcobaça está a dar “teto” a artistas internacionais. É ali, mais...

Dois detidos por tentativa de furto a residência em Famalicão

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial da Valado dos Frades, deteve esta terça-feira dois homens...

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!