Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

Covid-19: Hospital de Leiria passa a fazer análises de despiste

Data:

Partilhar artigo:

Desde esta quinta-feira que o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) passou a fazer análises para despiste de infeções por Covid-19. As colheitas deixaram de ser enviadas para análises externas, até agora asseguradas pelo Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

Desde esta quinta-feira que o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) passou a fazer análises para despiste de infeções por Covid-19. As colheitas deixaram de ser enviadas para análises externas, até agora asseguradas pelo Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

A medida, anunciada por comunicado por aquela unidade de saúde, “visa dar maior autonomia à instituição perante a evolução da epidemia no País”, sendo que o serviço passou a ser assegurado pelo Serviço de Patologia Clínica de Leiria.

Com análises efetuadas internamente, os resultados são mais rápidos, refere a mesma fonte, que garante um “prazo entre cinco a seis horas” para a obtenção de confirmações, o que permitirá “agilizar os procedimentos necessários para tratamento dos utentes”. Para isso, o Serviço de Patologia foi restruturado, tendo sido instalada uma segunda câmara de fluxo laminar, “de forma a salvaguardar a segurança dos colaboradores”.

O CHL anunciou ainda que a partir desta quinta-feira vai fazer a monitorização da temperatura corporal de colaboradores, utentes e acompanhantes. A medida enquadra-se num conjunto de procedimentos de rastreio da sintomatologia sugestiva da infeção por COVID-19, de forma a prevenir a transmissão e propagação do vírus, e abrange todas as pessoas que acedem aos edifícios do CHL, quer sejam colaboradores (internos, externos e trabalhadores ao serviço de empresas prestadoras de serviços), utentes e acompanhantes/cuidadores.

Esta medida abrange todas as pessoas que acedem aos edifícios do CHL, quer sejam colaboradores (internos, externos e trabalhadores ao serviço de empresas prestadoras de serviços), utentes e acompanhantes/cuidadores.

Em caso de temperatura igual ou superior a 38ºC, os funcionários e utentes serão encaminhados para a área de contingência pelo circuito exterior; já os acompanhantes e cuidadores ficarão com a visita suspensa e será entregue um folheto informativo com indicações de como deverão proceder.

O Centro Hospitalar relembra que os utentes “só deverão recorrer às urgências do hospital em situação realmente urgente”. Caso apresentem sintomas compatíveis com a infeção por coronavírus, as pessoas devem recorrer, em primeiro lugar, à assistência telefónica do SNS através do 808 24 24 24.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Instituições do concelho de Porto de Mós acolhem grupo de voluntários espanhóis

As instituições do concelho de Porto de Mós receberam, em julho, um grupo de 16 voluntários espanhóis. Vindos...

Edição da revista “Saúda” dedica seis páginas ao Município de Alcobaça

A mais recente edição da revista Saúda, das farmácias portuguesas, dedica seis páginas ao concelho de Alcobaça, com...

Quartel dos Bombeiros de Alcobaça equipado com telhado novo

Prosseguem a bom ritmo as obras de melhoramento do quartel dos Bombeiros de Alcobaça que recebeu, nas últimas...

Futsal: Ribaria volta a disputar a Divisão de Honra

A Ribafria está de regresso à Divisão de Honra distrital na próxima temporada. Os tefes foram convidados a...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!