Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Associações de dadores de sangue alertam para necessidade de dádivas durante época balnear

Data:

Partilhar artigo:

As Associações de Dadores Benévolos de Sangue dos Concelhos de Alcobaça e da Nazaré conseguiram manter o número médio de dádivas durante a pandemia. No entanto, temem que as reservas atinjam valores mínimos durante a época balnear, apelando ao voluntariado dos dadores.

As Associações de Dadores Benévolos de Sangue dos Concelhos de Alcobaça e da Nazaré conseguiram manter o número médio de dádivas durante a pandemia. No entanto, temem que as reservas atinjam valores mínimos durante a época balnear, apelando ao voluntariado dos dadores.

De acordo com o presidente da Associação de Dadores de Sangue de Alcobaça, foi possível manter os níveis de reservas de dádivas de sangue no concelho durante o Estado de Emergência com “ações de recolha pontuais, respeitando todas as medidas de proteção”.

“A equipa de profissionais de saúde esteve sempre protegida, assim como os doentes. Antes das colheitas, as temperaturas foram controladas e foram despistados todos os sintomas que pudessem levantar suspeitas”, declara Rui Santos ao REGIÃO DE CISTER.

A Associação de Dadores de Sangue de Alcobaça conseguiu manter, durante o período de confinamento, reserva para dez dias, tendo o empenho sido reconhecido pelo Centro Regional do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST). “Fomos parabenizados pelo nosso trabalho e pelo facto de até termos conseguido captar novos dadores, de diferentes idades”, revela.

A realidade foi semelhante na Associação dos Dadores de Valado dos Frades e Nazaré. De acordo com o presidente, apesar de o “receio ter atingido toda a comunidade”, os dadores continuaram a comparecer, garantindo, deste modo, as dádivas.

A associação tinha agendadas recolhas, em autocarros, na praia da Nazaré nos próximos meses de julho e agosto, que entretanto foram canceladas devido à pandemia.

“A época balnear, normalmente, já resulta numa quebra de doações. Este ano, e dada a situação pandémica, a redução de dádivas pode ser ainda maior”, analisa Emídio Silva.

Deste modo, as associações de dadores vão continuar a dinamizar durante a época balnear ações de recolha nos respetivos espaços, com as devidas restrições e as medidas de segurança, com vista a prevenir uma quebra de reservas.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!