Quinta-feira, Julho 7, 2022
Quinta-feira, Julho 7, 2022

Junta de Alfeizerão pede reforço de álcool gel para mercado mensal

Data:

Partilhar artigo:

O mercado mensal da freguesia de Alfeizerão foi retomado a 9 de junho, mas a ausência de materiais essenciais para garantir a segurança dos cidadãos, até ao próprio dia de reabertura, quase obrigou ao adiamento da feira. A Junta desafia agora instituições e empresas a doar álcool gel para garantir o normal funcionamento do espaço nos próximos e meses e evitar mais um “abalo” nos cofres da autarquia.

O mercado mensal da freguesia de Alfeizerão foi retomado a 9 de junho, mas a ausência de materiais essenciais para garantir a segurança dos cidadãos, até ao próprio dia de reabertura, quase obrigou ao adiamento da feira. A Junta desafia agora instituições e empresas a doar álcool gel para garantir o normal funcionamento do espaço nos próximos e meses e evitar mais um “abalo” nos cofres da autarquia.

“No dia anterior à reabertura do espaço, não havia barreiras para limitar o acesso e a circulação. Não havia stock suficiente de álcool gel e eu estava preparado para ter de adiar a abertura do mercado mensal”, relata o presidente de Junta ao REGIÃO DE CISTER. No entanto, o cenário não foi tão negro como o antecipado por Leonel Ribeiro graças ao apoio enviado pela Câmara de Alcobaça. “Logo pela manhã, os funcionários camarários trouxeram frascos de álcool gel, para garantir a retoma da atividade em segurança, assim como as grades”, afirma. “Fiquei verdadeiramente satisfeito com a chegada da ajuda da Câmara que, uma vez mais, provou que está ao lado dos munícipes e Juntas, tendo como principal objetivo garantir a segurança de todos”, agradece o autarca.

À semelhança do verificado nos restantes mercados do concelho, a afluência de clientes foi menor face ao período homólogo, mas Leonel Ribeiro assegura que “conquistada a confiança de que as normas de segurança estão a ser respeitadas, os clientes e feirantes vão regressar à rotina”.

Apesar do apoio entregue pela Câmara, a Junta vai ter de adquirir em poucos meses mais material de proteção, o que será “mais um pesado encargo financeiro”. “Embora o material doado consiga salvaguardar a atividade do mercado nos próximos meses, temos consciência que é necessário adquirir mais. Não podemos deixar faltar, mas para isso será necessário um investimento monetário da Junta, o que pode obrigar ao adiamento de outros projetos já planeados”, confessa.

Deste modo, a Junta apela à solidariedade e desafia entidades a doar frascos de álcool gel, destinados à colocação no mercado mensal da vila. “Neste momento, não estamos numa situação de extrema necessidade, felizmente. Mas todas as ajudas são bem-vindas no sentido de evitar uma rotura de stock”, sublinha.

A par desta situação, por enquanto solucionada, a Junta procura uma alternativa para a deslocação dos feirantes aquando do início da empreitada de substituição do telhado do Mercado de Alfeizerão, que ainda contém placas de amianto. A obra, avaliada em cerca de 45 mil euros, tem um prazo de execução de 45 dias e vai obrigar ao encerramento temporário do local. “Depois de tanto tempo com o mercado encerrado, custa-me dizer aos comerciantes que a atividade vai parar novamente. Estamos a estudar opções para garantir que as pessoas podem continuar a trabalhar”, atesta o autarca de Alfeizerão.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Acidente entre ligeiro e pesado causa um ferido em Alcobaça

Um acidente de viação, ocorrido na manhã desta quinta-feira, em Alcobaça, provocou ferimentos ligeiros a uma mulher de...

Central-periférica abre portas em Alcobaça a artistas em situação de risco

Um dos edifícios do centro histórico de Alcobaça está a dar “teto” a artistas internacionais. É ali, mais...

Dois detidos por tentativa de furto a residência em Famalicão

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial da Valado dos Frades, deteve esta terça-feira dois homens...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!