Sábado, Fevereiro 4, 2023
Sábado, Fevereiro 4, 2023

Taberna e mercearia do Abel é espaço “mágico” há 43 anos

Data:

Partilhar artigo:

Quem se desloca à Taberna e mercearia do Abel, em pleno centro da Pederneira, poderá beber um café, levar aquele produto de primeira necessidade que está em falta em casa e ainda assistir a um espetáculo de magia e comédia. É que na única taberna que ainda persiste na Pederneira, Abel Calixto brinda regularmente os clientes com truques de magia e com anedotas, garantindo que naquela casa não faltam as histórias e as gargalhadas.

“Comecei este negócio com a minha mulher há 43 anos. O espaço ia ser trespassado e decidimos comprar”, conta ao REGIÃO DE CISTER Abel Calixto, que deixou a profissão de construtor civil para se dedicar à taberna e à mercearia. “Acordo todos os dias pelas 5 da manhã para abrir portas às 6:30 horas”, revela o empresário, que partilha o negócio com a mulher Maria Adília Calixto. O casal vive na casa por cima da taberna e mercearia.

Assim que abre o estabelecimento, os primeiros clientes não demoram a chegar para comprar pão e “marmita” para o lanche da manhã. “Há pessoas que diariamente vêm aqui e este é um estabelecimento feito pelas pessoas que o frequentam”, sublinha o pederneirense, relembrando amigos do concelho de Alcobaça que ali se deslocam frequentemente.

Região de Cister - Assine Já!

Apesar de vender vários cafés, copos de vinho e produtos essencias de mercearia, o proprietário lamenta que os tempos de hoje já não sejam os de antigamente. “Hoje em dia já vendemos muitos menos, as pessoas já não têm dinheiro e consomem muito pouco”, desabafa Abel Calixto, de 71 anos, recordando os tempos em que ainda vendia fiado. “Eram épocas diferentes e era tudo muito boa gente, fossem de cá ou fossem trabalhadores de fora que aqui vinham regularmente”, nota.

O estabelecimento, sobejamente conhecido por pederneirenses, nazarenos e até palecos, guarda também memórias familiares. “Foi aqui que cresci, a jogar à bola na rua e a brincar com os meus amigos. Fiz amizades para a vida”, revela Silvano Calixto, filho de Abel, que de vez em quando dá uma ajuda aos pais. A Taberna e merceraria do Abel foi ainda palco de jogos de sueca, damas e outros jogos tradicionais.

O pederneirense diz não temer os tempos de crise que aí possam vir e assegura que enquanto puder vai continuar a tirar cafés e a servir copos de vinho aos clientes de sempre.

“Aqui os clientes são tratados pelo nome”, assevera o dono do estabelecimento que tem ainda a particularidade de ser a última taberna em atividade na Pederneira. Certo é que quem lá passa não passa sem conhecer um dos truques e anedotas que Abel Calixto tem sempre na “manga”. Mesmo quando a visita é do REGIÃO DE CISTER.

AD Footer

Artigos Relacionados

Associação de Monte de Boi tem um presidente… “ator”

É natural de Setúbal, mas ainda não tinha 1 ano de idade quando se mudou para o concelho...

Leiriense valoriza Chita de Alcobaça em marca de vestuário sustentável

A leiriense Inês Fonseca lançou recentemente uma marca de vestuário sustentável, a que deu o nome de Pandã,...

18 empresas da região distinguidas nos Wedding Awards 2023

A região viu 18 empresas serem reconhecidas, num total de seis categorias, na 10.ª edição dos Wedding Awards...

Hóquei: HC Turquel vence dérbi da região com Xavi(s) d’ouro

Vencer o dérbi diante da Biblioteca (7-5) já é bom, garantir a continuidade na liderança da Zona Sul...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!