Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Bombeiros de Alcobaça recordam subchefe João Pombo com memorial em São Pedro do Sul

Data:

Partilhar artigo:

Os Bombeiros Voluntários de Alcobaça prestaram uma homenagem a João Pombo no dia em que se assinalou uma década da morte do subchefe. O “ato simbólico” incluiu a criação de um memorial em São Pedro do Sul, onde o bombeiro faleceu em serviço, na sequência de um despiste.

Os Bombeiros Voluntários de Alcobaça prestaram uma homenagem a João Pombo no dia em que se assinalou uma década da morte do subchefe. O “ato simbólico” incluiu a criação de um memorial em São Pedro do Sul, onde o bombeiro faleceu em serviço, na sequência de um despiste.

“Já passou uma década, mas é uma memória que não desaparece. É impossível não recordar o subchefe João Pombo neste dia e apesar das restrições impostas pela pandemia optámos por realizar uma simbólica homenagem”, conta o comandante dos bombeiros de Alcobaça ao REGIÃO DE CISTER. Segundo Leandro Domingos, a iniciativa contou com a tradicional romagem ao cemitério e homenagem no quartel onde está instalado um memorial dedicado ao falecido soldado da paz. “Cada uma das sete brigadas foi representada por um elemento, para evitar ajuntamentos. Foi um momento de união, que uniu também aqueles que não estavam presentes”, conta o também sobrinho de João Pombo.

A corporação de Alcobaça, com o apoio dos bombeiros de São Pedro do Sul, colocou uma lápide no local do despiste que provocou a morte do alcobacense de 42 anos. “O local ficou mais digno com a colocação da pedra. Um gesto simbólico que ajuda a eternizar a memória do subchefe naquele local”, afirma. A efeméride foi também recordada pela comunidade, que partilhou várias fotos e mensagens de homenagem ao bombeiro nas redes sociais. “Enche-me de orgulho saber que a população não esqueceu João Pombo. Sempre foi uma pessoa próxima da comunidade e isto reflete-se no carinho que os alcobacenses ainda demonstram”, confessa. “Passem 10 ou 100 anos, esta é uma dor que nunca vai passar ou diminuir. Espero que esta corporação não volte a enfrentar uma perda tão profunda como esta”, conclui.

João Pombo faleceu em 2010 na sequência do despiste do autotanque de combate a incêndios onde seguia com outros elementos dos Bombeiros de Alcobaça. O veículo integrava uma coluna de veículos do distrito de Leiria – das corporações de Peniche, Batalha, Alcobaça, Juncal e Maceira – que estavam a ajudar a combater um incêndio em São Pedro do Sul. O alcobacense foi o primeiro e único soldado da corporação de Alcobaça a morrer em serviço.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!