Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Plano de mobilidade prevê circular externa em Alcobaça

Data:

Partilhar artigo:

A extensão da circular externa a poente da cidade de Alcobaça, ligando a Estrada Nacional 8 à rotunda do MercoAlcobaça, numa extensão de 1,7 quilómetros, é uma das propostas elencadas no Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Alcobaça. O estudo, que foi pedido pela autarquia ao Politécnico de Leiria em julho do ano passado, foi apresentado no dia 25 de setembro, no auditório da Biblioteca Municipal.

A extensão da circular externa a poente da cidade de Alcobaça, ligando a Estrada Nacional 8 à rotunda do MercoAlcobaça, numa extensão de 1,7 quilómetros, é uma das propostas elencadas no Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Alcobaça. O estudo, que foi pedido pela autarquia ao Politécnico de Leiria em julho do ano passado, foi apresentado no dia 25 de setembro, no auditório da Biblioteca Municipal.

A solução, “extremamente útil para evitar o atravessamento da cidade por veículos pesados”, como defende o coordenador da equipa do Politécnico de Leiria, é, nas palavras do presidente da Câmara, “a proposta mais arrojada de todo o Plano de Mobilidade”. “Há técnicos que acham que não é exequível, mas também faço um parêntesis de que a Infraestruturas de Portugal, antes do Politécnico ter apresentado a proposta, lançou um repto para estudar esta solução“, adiantou Paulo Inácio. “Se este atravessamento fosse exequível era extraordinário para a cidade em termos de mobilidade”, defende o social-democrata. “Sabemos através de outras experiências da região que a solução tem alguns desafios do ponto de vista geológico e hidrológico e este troço é capaz de não ter um custo unitário muito baixo, mas é um custo unitário que multiplica só por 1,7 quilómetros”, acrescentou o professor João Silva.

O documento, que está planeado para ser executado a três fases (curto, médio e longo prazo), prevê ainda a construção de três rotundas: uma no cruzamento da Rua Miguel Bombarda com a Avenida Maria de Oliveira, outra no cruzamento da Chiqueda, substituindo os semáforos, e outra no cruzamento da Rua de Leiria com a Quinta da Roda. 

É ainda proposta a alteração para um só sentido da Rua Fernão de Magalhães, de forma a evitar congestionamento junto à Escola D Pedro I, e a criação de uma via segregada de viragem à direita na rotunda junto à Escola D. Inês de Castro. Disponibilizar horários e percursos nas paragens de autocarros (urbanos e interurbanos), tarifar e implementar zonas de tarifa diferenciadas nos parques do Mercado e construir parque(s) de apoio ao centro histórico e zona do Castelo e criação de uma rede urbana de ciclovia são outras das propostas.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!