Segunda-feira, Julho 4, 2022
Segunda-feira, Julho 4, 2022

Re-food de Alcobaça “salva” mais de uma tonelada de peras para doação

Data:

Partilhar artigo:

A Re-food Alcobaça, em colaboração com a Re-food Leiria e o Agrupamento de Escuteiros de Aljubarrota, “resgatou” mais de uma tonelada de peras de um pomar na localidade da Fervença. A fruta, que estava destinada a apodrecer nas árvores por ser inviável para comércio, foi entregue a instituições de solidariedade e a famílias carenciadas. 

A Re-food Alcobaça, em colaboração com a Re-food Leiria e o Agrupamento de Escuteiros de Aljubarrota, “resgatou” mais de uma tonelada de peras de um pomar na localidade da Fervença. A fruta, que estava destinada a apodrecer nas árvores por ser inviável para comércio, foi entregue a instituições de solidariedade e a famílias carenciadas. 

O desafio foi lançado pelos proprietários do pomar, que queriam dar um propósito ao fruto que devido a defeitos estéticos não seriam comercializados. “As nossas peras foram alvo de uma maleita que as impossibilita de ser comercializadas, mas não afeta em nada a sua qualidade para o consumo humano”, explica o proprietário do pomar. Assim, a equipa Re-food Alcobaça colocou em ação um “plano hercúleo” para conseguir apoios na apanha, transporte e armazenamento do fruto. “A nossa equipa não podia deixar de aceitar o desafio. Contactámos voluntários e parceiros e, em meia dúzia de dias, montámos a operação: voluntários para a apanha, dezenas de caixas para armazenar, carrinhas para transporte e até um armazém refrigerado para as acondicionar”, explica Carmelita Costa, responsável pelo projeto Re-food em Alcobaça. 

Com o apoio de duas dezenas de voluntários dos projetos Refood de Alcobaça e Leiria, dos Escuteiros de Aljubarrota e dos proprietários do terreno foi colhida, ao longo de quatro horas de trabalho, mais de uma tonelada de peras. A missão, “repleta de entreajuda comunitária”, contou ainda com o apoio do presidente de Junta do Vimeiro, Daniel Subtil, que disponibilizou carrinhas e caixas e do “senhor Xavier da Póvoa” que cedeu o armazém de refrigeração.

Parte do alimento foi entregue à Misericórdia do Vimeiro, à Misericórdia de Alcobaça e à Associação Dias d’Aconchego.  O restante será entregue pela Re-food de Alcobaça e de Leiria às famílias carenciadas da sua área de atuação. “Estamos muito orgulhosos por termos conseguido evitar o desperdício de toneladas de fruta que poderão, agora, ser aproveitadas por quem mais precisa”, acrescenta Carmelita Costa.

Criado há cinco anos, o projeto Re-food Alcobaça tem por missão diminuir a fome no ambiente urbano ao dirigir refeições (excedentes) diretamente às pessoas que passam fome mais próximas das fontes de doações. Alcobaça foi a 13.ª cidade do País a abraçar esta ideia. 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aluno da Escola D. Pedro I conquistou 1.º prémio nas Olimpíadas da Cultura Clássica

António Maria Jorge, aluno da Escola Básica 2,3 D. Pedro I de Alcobaça, ganhou o 1.º prémio nas...

Futsal: Uma década de “ouro” coroada com o 25.º título

O Sporting revalidou o título nacional, no passado sábado, depois de vencer o Benfica (4-3) no terceiro jogo...

Vai uma “jogatana” de padel?

Pode parecer estranho, mas esta história sobre o padel começa a ser contada por um treinador de... futsal....

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!