Sexta-feira, Junho 14, 2024
Sexta-feira, Junho 14, 2024

Loja do Intermarché de Pataias cresce e diversifica oferta

Data:

Partilhar artigo:

Uma nova tabacaria, uma parafarmácia e lojas de puericultura e de telemóveis vão “nascer” na galeria que está a ser construída na loja do Intermarché de Pataias. As obras estão em curso, depois de estarem inicialmente previstas para começar em março, num investimento que ronda os 700 mil euros na remodelação, mais 200 mil euros do que o inicialmente calculado.

Uma nova tabacaria, uma parafarmácia e lojas de puericultura e de telemóveis vão “nascer” na galeria que está a ser construída na loja do Intermarché de Pataias. As obras estão em curso, depois de estarem inicialmente previstas para começar em março, num investimento que ronda os 700 mil euros na remodelação, mais 200 mil euros do que o inicialmente calculado.

A pandemia da Covid-19 atrasou o início dos trabalhos, explica o gestor do Intermarché de Pataias, responsável também pelas lojas de Alcobaça e Caldas da Rainha. “Não tivemos as devidas garantias que teríamos todo o equipamento necessário para a execução da obra”, clarifica Daniel Marta.

Região de Cister - Assine já!

Além dos artigos para bebés e crianças, das telecomunicações, dos medicamentos não sujeitos a receita médica e dos artigos de tabacaria, jornais e jogos da Santa Casa, a loja da insígnia histórica do Grupo os Mosqueteiros terá ainda “um espaço preparado para um futuro quiosque, que poderá ser adaptado a várias atividades”, adianta o empresário.

Além do espaço ocupado pela galeria comercial, também a área de venda do supermercado vai aumentar, passando dos 976 metros quadrados atuais para 1.300. A par deste crescimento, será ainda alargada a zona da cafetaria, a que se junta uma esplanada de apoio.

A previsão de abertura dos novos espaços está apontada para o início de novembro, momento que Daniel Marta quer aproveitar para celebrar “com uma mega campanha promocional”. “O objetivo das obras é proporcionar aos nossos clientes uma melhor experiência de compras, com mais espaço, mais oferta e maior conforto”, resume o gestor, que poderá aumentar o número de postos de trabalho “se paralelamente se verificar um aumento de volume de negócios”.

Apesar da pandemia, a faturação no supermercado manteve-se, “à exceção do mês de agosto”. Já na cafetaria, o decréscimo foi notório com o confinamento, o que obrigou ao encerramento do espaço. “Após o desconfinamento, o volume de negócios ficou cerca de 50% abaixo do período pré-pandemia e assim se mantém”, analisa o empresário.

 

AD Footer

Artigos Relacionados

GNR apreende 334 artigos contrafeitos em São Martinho do Porto

O Posto Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de São Martinho do Porto apreendeu, esta quinta-feira, em São...

Reportagem do REGIÃO DE CISTER ganha prémio nacional

A reportagem “Tornaram-se autênticos heróis na arte de cuidar dos (seus) heróis”, da autoria do jornalista Rafael Raimundo,...

Menopausa

A negligência na nossa vida reprodutiva, que já agora, só é valorizada quando podemos ter filhos, é uma...

Nazareno Miguel Vieira é bicampeão nacional pelo Benfica

O Benfica sagrou-se bicampeão nacional de sub-15, no passado domingo, depois de vencer o Marítimo (2-1) e assegurar...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!