Domingo, Agosto 14, 2022
Domingo, Agosto 14, 2022

Doce da Bina reconhecido como o melhor dos melhores

Data:

Partilhar artigo:

O que começou por ser uma necessidade, cresceu por paixão. A nazarena Silvina Moreira criou a marca Doce da Bina, em Brejos de Azeitão, como complemento à sua atividade laboral e acabaria por vir a tornar-se numa referência no negócio das compotas. Nos “palmarés”, já constam mais de 40 de prémios, entre os quais o melhor dos melhores.

O que começou por ser uma necessidade, cresceu por paixão. A nazarena Silvina Moreira criou a marca Doce da Bina, em Brejos de Azeitão, como complemento à sua atividade laboral e acabaria por vir a tornar-se numa referência no negócio das compotas. Nos “palmarés”, já constam mais de 40 de prémios, entre os quais o melhor dos melhores.

“Em 2012 ganhei a primeira medalha de ouro com a compota de figo, que foi a primeira a ser feita“, conta Silvina Moreira, que registou a marca em 2008 quando decidiu fazer dos doces um negócio “a sério”. “Quando estava a trabalhar como funcionária pública fazia as compotas à noite para no outro dia levar para as minhas colegas“, recorda Bina, como é tratada carinhosamente, que herdou o gosto pela doçaria da avó paterna, a nazarena Júlia Bombas.

As compotas revelaram-se um sucesso, ao ponto de a nazarena, a residir no concelho de Setúbal desde 2006, trocar o gabinete de Relações Públicas da Presidência do Conselho de Ministros por uma cozinha industrial. À compota de figo, seguiu-se a de abóbora, a de tomate, a de laranja, a de malagueta, a de Pera Rocha e Moscatel de Setúbal… são já 42 referências diferentes. 

Depois das compotas vieram as apostas na doçaria artesanal, com os biscoitos – os Ésses de Azeitão e os binários de laranja e limão– e a torta de Azeitão, alcançando, igualmente, um lugar de destaque nos concursos por onde têm passado.

Recentemente, Silvina Moreira viu o seu trabalho na área da doçaria reconhecido com um prémio internacional, com a distinção “Great Taste Producer” nos “Ésses de Azeitão”, atribuída pelos Prémios Britânicos “Great Taste Awards – 2020”. No mesmo concurso, também as compotas de morango e de pimento encarnado foram distinguidas com uma estrela. “Até a receita dos Ésses de Azeitão ficarem no ponto foram precisos dois anos”, revela a empresária, que confeciona as iguarias comercializadas pela marca.

Os “Ésses de Azeitão” são, aliás, os mais premiados da marca, com uma dúzia de distinções, obtidas em Portugal e no Reino Unido. Mas, a compota de tomate não lhe fica atrás: foi premiada, no passado mês de outubro, como a “Melhor dos Melhores” do 9.º Concurso Nacional de Doces de Fruta Tradicionais Portugueses. 

Para Silvina Moreira, os prémios representam um “reconhecimento do esforço” e uma “motivação” para continuar.

Os doces de Bina estão à venda por várias mercearias gourmet de norte a sul do País, mas também já chegaram a Bélgica, França, Espanha e Bahrein. 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Instituições do concelho de Porto de Mós acolhem grupo de voluntários espanhóis

As instituições do concelho de Porto de Mós receberam, em julho, um grupo de 16 voluntários espanhóis. Vindos...

Edição da revista “Saúda” dedica seis páginas ao Município de Alcobaça

A mais recente edição da revista Saúda, das farmácias portuguesas, dedica seis páginas ao concelho de Alcobaça, com...

Quartel dos Bombeiros de Alcobaça equipado com telhado novo

Prosseguem a bom ritmo as obras de melhoramento do quartel dos Bombeiros de Alcobaça que recebeu, nas últimas...

Futsal: Ribaria volta a disputar a Divisão de Honra

A Ribafria está de regresso à Divisão de Honra distrital na próxima temporada. Os tefes foram convidados a...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!