Terça-feira, Julho 5, 2022
Terça-feira, Julho 5, 2022

Avança obra de alargamento do cemitério de Pinhal Fanheiro

Data:

Partilhar artigo:

A obra de ampliação do cemitério de Pinhal Fanheiro, na freguesia do Bárrio, vai finalmente avançar nos próximos meses. A empreitada, há muito reivindicada pela Junta, vem solucionar os constrangimentos referentes à escassez de covais naquele espaço.

A obra de ampliação do cemitério de Pinhal Fanheiro, na freguesia do Bárrio, vai finalmente avançar nos próximos meses. A empreitada, há muito reivindicada pela Junta, vem solucionar os constrangimentos referentes à escassez de covais naquele espaço.

“A freguesia do Bárrio estava perante uma situação de carência no que refere a covais no cemitério, que não sofreu qualquer alteração desde a sua construção. A venda de covais intensificou-se na última década e a carência acentuou-se”, explica a presidente de Junta ao REGIÃO DE CISTER.

A situação já havia sido reportada à Câmara de Alcobaça, que adquiriu um terreno contíguo ao cemitério no qual estava instalado um depósito de água. “O terreno foi adquirido, mas o projeto ainda não tinha dado os primeiros passos. Vamos agora dar início às obras”, informa Filipa Gomes.

O projeto consiste, numa primeira fase, no alargamento do espaço útil do cemitério, assim como a construção de uma casa de banho pública e arruamentos no interior do cemitério. “São as intervenções mais urgentes. A casa de banho servirá não só os utilizadores do cemitério como os funcionários e o arruamento visa permitir uma deslocação menos sinuosa”, descreve. 

Para a etapa inicial do projeto, a Junta do Bárrio solicitou uma verba à Câmara de Alcobaça no valor de 75.877 euros, que já recebeu luz verde. “Todo o valor será utilizado no projeto de ampliação deste equipamento, mas ficam de fora outras obras não menos importantes”, analisa. A presidente de Junta refere-se à construção de um parque de estacionamento na zona envolvente, arruamentos no exterior do cemitério e a construção de um espaço para armazenamento vertical de caixões ou cinzas. “Concluída a primeira etapa do projeto, o desejo é que consigamos dar continuidade às intervenções. A zona de estacionamento é uma grande necessidade evidente quando há funerais e os carros ocupam parte da via pública”, acrescenta. 

Todavia, ainda não existe uma data estipulada para o arranque das obras. A instalação do estaleiro deve acontecer no início do próximo mês, sendo que Filipa Gomes antecipa que seja a “primeira pedra” para o início das obras. “Depois de vários anos a aguardar a empreitada espero que esta decorra a bom ritmo”, almeja.

Também a Junta de Évora de Alcobaça foi recentemente apoiada com uma verba para intervenções nos cemitérios de Carris e de Évora. As obras incidem na requalificação dos muros envolventes, reparação das calçadas, substituição de portas e janelas da Capela do cemitério de Carris e Évora e pintura de muros e edifícios. “O investimento total é de cerca de 25 mil euros.Os espaços carecem de algumas obras e a Junta considerou que devia avançar para evitar uma maior degradação”, explica o presidente de Junta de Évora de Alcobaça.

De acordo com Fernando Azeitona, a ampliação dos cemitérios da freguesia não é “urgente”, mas deve começar a ser analisada. “No próximo mandato, o presidente que estiver a liderar a Junta terá de começar a delinear um projeto de alargamento do cemitério de Évora”, conclui o autarca.    

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!