Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Loja do Sr. Mário impulsiona comércio tradicional em Alcobaça

Data:

Partilhar artigo:

Depois de vários anos a percorrer a região com “a casa às costas”, Mário Vitorino decidiu abrir a “Loja de Conveniência – Mário & Gabriela” na Rua Araújo Guimarães, perto do centro histórico de Alcobaça. Quase três décadas depois, o alcobacense afirma ter tomado “a melhor decisão”, pois faz agora parte de um grupo de “comerciantes-amigos” que lutam por manter o comércio tradicional vivo na cidade.

Depois de vários anos a percorrer a região com “a casa às costas”, Mário Vitorino decidiu abrir a “Loja de Conveniência – Mário & Gabriela” na Rua Araújo Guimarães, perto do centro histórico de Alcobaça. Quase três décadas depois, o alcobacense afirma ter tomado “a melhor decisão”, pois faz agora parte de um grupo de “comerciantes-amigos” que lutam por manter o comércio tradicional vivo na cidade.

O percurso enquanto comerciante começou na década de 1980. “Embora não tivesse muita experiência no ramo decidi começar a frequentar feiras da região, nomeadamente a da Nazaré, para vender alguns artigos. Aprecio o contacto com o público e não há melhor lugar para estar próximo do cliente do que as feiras e mercados”, analisa Mário Vitorino.

Habituada a trabalhar ao lado do marido, também Gabriela Vitorino decidiu abraçar o novo desafio. “Juntos demos início a uma nova etapa. A vida de comerciante não é fácil, mas vivemos histórias muito engraçadas e temos memórias prazerosas de quando percorríamos as feiras da região juntos”, recorda o comerciante de 67 anos.

Todavia, ser feirante é sinónimo de “andar com a casa às costas”, independentemente das condições meteorológicas. O desejo de estabilidade levou o casal a abrir a loja de conveniência em 1995. “Não é fácil montar a estrutura debaixo de temperaturas elevadas, de uma chuva intensa ou de rajadas de vento que ameaçam levar tudo pelos ares. Entendemos que era tempo de assentar raízes em algum lugar e aqui estamos bem”, conta.

Desde então, o espaço é uma referência na cidade, pois os alcobacenses sabem que a “Loja do Sr. Mário e da dona Gabriela”, como é vulgarmente conhecida, tem centenas de artigos e certamente o que o cliente procura. O espaço é, literalmente, um corredor repleto de diferentes produtos, desde molas para cabelo a produtos de limpeza e acessórios de costura. “É uma loja pequenina, mas tem muita arrumação. Temos variedade e procuro ter alguns produtos menos ‘populares’, mas que são já um clássico”, afirma.

E mesmo que o cliente não esteja à procura de nenhum artigo, não hesita em “espreitar” para o interior da loja apenas para desejar um bom dia ao casal. “Sinto-me parte de uma comunidade. Considero os comerciantes da rua meus amigos, pois há largos anos que convivemos. Há brincadeiras, mas também uma palavra de conforto quando a vida prega uma partida”, confessa, Sr. Mário, com orgulho. “O comércio tradicional enfrenta dias difíceis, mas quando as pessoas são amigas tudo é mais fácil”, acrescenta.

Abraçar o comércio foi o passo certo na vida de Mário Vitorino e foi por ver a satisfação dos pais atrás do balcão que a filha do casal optou também por ingressar no ramo. “Passou muito tempo atrás do balcão ao nosso lado e hoje tem um negócio próprio. Quando vamos ao mercado mensal de Alfeizerão já ocupa quase metade da minha banca, mas eu não reclamo pois fico feliz por tê-la a meu lado”, graceja.

Com a vivacidade de um jovem, Mário Vitorino planeia continuar a abrir as portas da loja durante vários anos. Nem que seja apenas para receber o bom dia de quem passa diariamente na Rua Araújo Guimarães.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!