Sábado, Agosto 13, 2022
Sábado, Agosto 13, 2022

Mostra de vidro e cerâmica exposta em fábrica do Valado

Data:

Partilhar artigo:

A exposição coletiva “A Insustentável Leveza do Ser”, coordenada pela artista plástica Conceição Cabral, vai estar patente na fábrica de fornos de cerâmica Barracha, no lugar do Canteirão, em Valado dos Frades, até dia 20 do próximo mês. A mostra, programada no primeiro confinamento, reúne cerca de 50 peças de grande escala produzidas em cerâmica e em vidro. 

A exposição coletiva “A Insustentável Leveza do Ser”, coordenada pela artista plástica Conceição Cabral, vai estar patente na fábrica de fornos de cerâmica Barracha, no lugar do Canteirão, em Valado dos Frades, até dia 20 do próximo mês. A mostra, programada no primeiro confinamento, reúne cerca de 50 peças de grande escala produzidas em cerâmica e em vidro. 

“Estava a preparar a feira de Paris e de repente o mundo parou e não sabíamos o que aí vinha”, começa por explicar Conceição Cabral ao REGIÃO DE CISTER. “Comecei a trabalhar este conceito com um amigo e a recetividade dos artistas foi, desde logo, foi muito grande”, conta. 

A ceramista, que tem o ateliê e loja na mesma fábrica, expõe várias obras nesta exposição, que surpreendem quem a visita, principalmente pela dimensão. É o caso das flores de grande escala, umas das mais emblemáticas obras desta mostra, que têm um significado especial para a artista natural do Algarve e residente na região há vários anos por serem inspiradas em “lembranças antigas”.

Nesta exposição está também representada a obra artística da alcobacense Liliana Sousa através de uma peça realizada com formas orgânicas. A participar desta mostra estão ainda Nelson Figueiredo, que trabalha a escultura em vidro de grande escala, e Maria José de Sousa, que expõe sete peças em cerâmica da série “Na cabeça de uma mulher”. “A Insustentável Leveza do Ser” conta ainda com cinco obras de José Vítor Carvalho, que recorre a materiais recicláveis para criar os mais variados tipos de peça, desde modelos femininos até sarcófagos. 

Após o encerramento da exposição, o espaço da fábrica Barracha vai ser preparado para receber novas obras e novos artistas. Um dos protagonistas será o espanhol Alberto Bustos, um dos mais conceituados artistas da escultura cerâmica que dará dois workshops no próximo verão naquela unidade fabril.

A partir do próximo dia 26, dez das peças de Conceição Cabral, atualmente em exposição, vão estar na galeria do Palácio da Anunciada, em Lisboa.

A artista, que reside na região há 26 anos, recebeu recentemente da Câmara do Comércio da Suíça o convite para representar o vidro contemporâneo português. No ano passado, Conceição Cabral apresentou peças numa coletiva que teve lugar no Museu Rainha Sofia, em Madrid. Por cá, no ateliê, vai dar dois workshops no próximo mês, um direcionado a iniciantes e o outro de nível avançado.
texto/foto carolina calado

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Quartel dos Bombeiros de Alcobaça equipado com telhado novo

Prosseguem a bom ritmo as obras de melhoramento do quartel dos Bombeiros de Alcobaça que recebeu, nas últimas...

Futsal: Ribaria volta a disputar a Divisão de Honra

A Ribafria está de regresso à Divisão de Honra distrital na próxima temporada. Os tefes foram convidados a...

Igreja da Cruz da Légua e Moitalina volta a celebrar eucaristia após intervenção

A Igreja da Cruz da Légua e Moitalina voltou a receber a celebração da eucaristia após a conclusão...

Festival do Caracol levou mais de 1.500 pessoas ao quartel dos Bombeiros de São Martinho do Porto

A 9.ª edição do Festival do Caracol, organizado pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de São Martinho do...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!