Quinta-feira, Julho 7, 2022
Quinta-feira, Julho 7, 2022

Amália Hoje regressam a Alcobaça

Data:

Partilhar artigo:

Se ainda recorda, com nostalgia, o concerto dos Amália Hoje a 30 de agosto de 2009, em frente ao Mosteiro de Alcobaça, temos boas notícias para lhe dar. O projeto, formado pelos músicos Nuno Gonçalves (The Gift), Sónia Tavares (The Gift), Fernando Ribeiro (Moonspell) e Paulo Praça para homenagear Amália Rodrigues, vai regressar, 13 anos depois, ao “palco” do rossio de Alcobaça. O concerto, integrado no projeto “Lugares Património Mundial do Centro – Rede Cultural 2.0” e de entrada livre, está marcado para o próximo dia 28 de maio na Praça 25 de Abril.

Se ainda recorda, com nostalgia, o concerto dos Amália Hoje a 30 de agosto de 2009, em frente ao Mosteiro de Alcobaça, temos boas notícias para lhe dar. O projeto, formado pelos músicos Nuno Gonçalves (The Gift), Sónia Tavares (The Gift), Fernando Ribeiro (Moonspell) e Paulo Praça para homenagear Amália Rodrigues, vai regressar, 13 anos depois, ao “palco” do rossio de Alcobaça. O concerto, integrado no projeto “Lugares Património Mundial do Centro – Rede Cultural 2.0” e de entrada livre, está marcado para o próximo dia 28 de maio na Praça 25 de Abril.

O concerto já tinha vindo de um convite para o Cistermúsica 2020, em pleno centenário de Amália Rodrigues: a ideia inicial era fazer um reencontro com o reportório da Amália Rodrigues, no projeto Amália Hoje. “A ideia foi lançada pela Academia de Música de Alcobaça, através do Rui Morais, para ser um concerto integrado no Cistermúsica no verão de 2020“, contextualiza John Gonçalves ao REGIÃO DE CISTER. No entanto, a pandemia da covid-19 obrigou a que o espetáculo fosse cancelado. “Surgiu depois a oportunidade de uma candidatura promovida pelo Município de Alcobaça, que acabou por ser aprovada, abrindo outra janela para o regresso aos palcos do grupo“, acrescenta o manager da banda. 

“Estamos muito entusiasmados com o concerto em Alcobaça”, admite John Gonçalves, não escondendo “uma expectativa alta”. “Foram mais de 30 mil pessoas que assistiram ao concerto em Alcobaça em 2009. Os tempos são outros,  mas queremos voltar a repetir o que aconteceu há 13 anos”, reconhece. “Sou suspeito, mas será um espetáculo único e memorável”, acrescenta o músico, para quem “a banda está ainda melhor”.

Já com o concerto de Alcobaça marcado na agenda, o grupo regressou aos palcos, nos dias 1 e 2 de abril, para um concerto duplo em Lisboa, na Culturgest. A reação do público ao regresso “tem sido muito boa”, refere o manager. 

Sobre o futuro do projeto que esgotou cinco espetáculos no Coliseu de Lisboa e três espetáculos no Coliseu do Porto, “está tudo em aberto”. Certo é que “o telefone não tem parado de tocar”, admite o também baixista e teclista dos The Gift.

O disco “Amália Hoje”, editado em 2009, resultou de um convite endereçado pela Valentim de Carvalho a Nuno Gonçalves como forma de assinalar o 10.º aniversário da morte da fadista. Entre os fados imortalizados por Amália Rodrigues, reinterpretados numa “abordagem pop contemporânea”, destaca-se “Gaivota”,  “Medo”, “Formiga Bossa Nova” ou “Foi Deus”.

 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Que regressem as festas

Creio que nunca, como este ano, senti tanta vontade de festejar nem nunca tinha percebido nos outros esta...

Acidente entre ligeiro e pesado causa um ferido em Alcobaça

Um acidente de viação, ocorrido na manhã desta quinta-feira, em Alcobaça, provocou ferimentos ligeiros a uma mulher de...

“Runset” vai fazer mexer Alcobaça com percurso de trail

O próximo dia 16 de julho promete deixar Alcobaça a fervilhar. Tudo porque vai decorrer o "Runset", um...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!