Terça-feira, Dezembro 6, 2022
Terça-feira, Dezembro 6, 2022

Casa Agrícola Ribeiros alarga negócio com novas culturas

Data:

Partilhar artigo:

Depois de décadas a produzir e a comercializar Maçã de Alcobaça e Pera Rocha do Oeste, foi nos morangos e na batata doce que a Casa Agrícola Ribeiros – Sociedade de Agricultura de Grupo, Lda (CARSAG) viu uma oportunidade para alargar e diversificar o negócio.

Este conteúdo é apenas para assinantes

Por favor, assine ou entre na sua conta para desbloquear este conteúdo.

“Nos últimos anos decidimos apostar noutras culturas para não estarmos a meter os ovos todos no mesmo cesto”, explica Filipe Ribeiro, que gere a empresa com os irmãos Leonel e Pedro. Foi o pai – João Ribeiro – que constituiu a empresa e adquiriu a Quinta da Nova Esperança, no Vale do Paraíso, em São Martinho do Porto, há 33 anos. Desde então, a empresa familiar tem-se dedicado, sobretudo, à produção e exportação de Maçã de Alcobaça e Pera Rocha do Oeste.

Foi em 2004 que os irmãos Ribeiro optaram por centralizar a produção e o armazenamento num único terreno, abdicando de armazéns que o pai tinha no Casal Velho. Mais tarde, plantaram morangos e, mais recentemente, batata doce. “A diversificação dos produtos permite-nos a rotação de terrenos, assegurar trabalho aos colaboradores durante todo o ano e alivia o risco que temos na Maçã e na Pera”, frisa o engenheiro agrónomo. “Não ficamos dependentes de uma ou duas culturas”, acrescenta o dirigente da Associação de Agricultores da Região de Alcobaça. A produção da maçã representa 50% das vendas, a pera 20% e o morango e a batata doce 30%, juntas.

Também a pandemia veio impulsionar novas estratégias de comercialização à empresa, que emprega 40 trabalhadores. A distribuição regional ajudou a “despachar” paletes que estavam destinadas a passar as fronteiras nacionais. “Ficámos com muita produção parada e era necessário encontrar outras formas de escoar a produção”, recorda o empresário, explicando que, hoje em dia, a distribuição a nível regional já representa cerca de 15% do volume de negócios da CARSAG. A fruta ali produzida segue para diversos supermercados do distrito de Leiria, além de fornecer ainda algumas IPSS com as valências de lares e jardins de infância.

Região de Cister - Assine já!

Com uma área de produção de 70 hectares em torno do centro de operações, a Casa Agrícola Ribeiros criou duas marcas: a CARSAG e a Vale do Paraíso para os morangos.

A exportação já chegou a representar cerca de 70% do volume de negócios, mas agora já não vai muito além dos 30%, para Brasil, França, Alemanha e África. O mercado interno, através da IGP – Indicação Geográfica Protegida e da DOP – Denominação de Origem Protegida, e a distribuição local completam a rota da comercialização da empresa, responsável por gerir também os pomares da Epadrc.

AD Footer

Artigos Relacionados

APFCAN reflorestou 200 hectares desde grande incêndio de 2017

A reflorestação da área florestal que se estende até ao mar nos concelhos de Alcobaça e Nazaré é...

Alunos da Escola D. Pedro I em projeto “Music and Sports” na Turquia

Ângelo Antanoa (9.ºC), Gonçalo Domingues (9.ºB), Simão Dias (9.ºC) e Simão Fernandes (9.ºA) foram os alunos da Escola...

Concerto de Toy levou um milhar de pessoas ao pavilhão dos Bombeiros da Benedita

O pavilhão dos Bombeiros da Benedita engalanou-se, na noite da passada sexta-feira, para receber o concerto de Toy....

HC Turquel aplica goleada e reafirma candidatura à subida de divisão

O HC Turquel goleou na receção ao HC Sintra (6-2), no passado sábado, e reafirmou a sua candidatura...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!