Terça-feira, Dezembro 6, 2022
Terça-feira, Dezembro 6, 2022

Crescimento de população motiva criação de ecoparque na Calvaria de Cima

Data:

Partilhar artigo:

A Calvaria de Cima vai “ganhar” um ecoparque verde, localizado no centro da sede da freguesia, numa zona de expansão urbana. O estudo foi apresentado na última reunião do executivo municipal, que decorreu na passada quinta-feira, na sede da Junta da Calvaria de Cima.

Este conteúdo é apenas para assinantes

Por favor, assine ou entre na sua conta para desbloquear este conteúdo.

De acordo com Hugo Alves, um dos arquitetos responsáveis pela elaboração do projeto, os principais objetivos passam pela “valorização paisagística com (re)arborização dos espaços envolventes”, “a articulação com o parque infantil e acessos existentes” e a “criação de áreas verdes polivalentes, de recreio e lazer”.

Num investimento previsto de 800 mil euros, a obra prevê a instalação de equipamentos infantis complementares e para a prática desportiva, mobiliário urbano para áreas de estadia, um jogo de água e iluminação inteligente e a construção de um anfiteatro, um miradouro, um quiosque, instalações sanitárias e de apoio e uma zona de estacionamento.

A “execução bacia de retenção de águas pluviais”, a “requalificação e renaturalização da linha de drenagem natural com vista a assegurar a regularização dos escoamentos pluviais” e o “aumento da capacidade de suporte do ecossistema” estão também entre as ações a desenvolver durante a empreitada que inicia no próximo ano.

Região de Cister - Assine Já!

“A Calvaria de Cima é uma das freguesias com a população mais jovem do concelho e foi a única que nos últimos dez anos cresceu em população, o que revela que tem uma determinada centralidade e um nível de urbanidade elevado e que é procurada”, destacou o presidente da Câmara de Porto de Mós. “No nosso entender justifica que as pessoas venham para cá viver e que tenham razão também para cá estar, para fruir do espaço e para isso temos de encontrar uma solução para dar uma vida diferente ao centro da freguesia”, sublinhou Jorge Vala.

O ecoparque verde foi projetado em conjunto com a Junta da Calvaria de Cima e é uma das obras do executivo municipal previstas para este mandato, tendo a Câmara adquirido, no ano passado, um terreno com cerca de 15 mil metros quadrados.

“Neste momento, a Calvaria é uma espécie de dormitório. Aqueles que residem na freguesia fazem a sua vida fora, seja para trabalhar ou para ter momentos de lazer, pois não têm muitas opções na Calvaria”, lamenta o presidente da Junta, em declarações ao REGIÃO DE CISTER. “Além de dar vida à freguesia e de melhorar a qualidade de vida dos moradores, este ecoparque verde vai valorizar a Calvaria”, defende Luís Silva, acrescentando que já existem diversos projetos de construção para a sua zona envolvente.

AD Footer

Artigos Relacionados

APFCAN reflorestou 200 hectares desde grande incêndio de 2017

A reflorestação da área florestal que se estende até ao mar nos concelhos de Alcobaça e Nazaré é...

Alunos da Escola D. Pedro I em projeto “Music and Sports” na Turquia

Ângelo Antanoa (9.ºC), Gonçalo Domingues (9.ºB), Simão Dias (9.ºC) e Simão Fernandes (9.ºA) foram os alunos da Escola...

Concerto de Toy levou um milhar de pessoas ao pavilhão dos Bombeiros da Benedita

O pavilhão dos Bombeiros da Benedita engalanou-se, na noite da passada sexta-feira, para receber o concerto de Toy....

HC Turquel aplica goleada e reafirma candidatura à subida de divisão

O HC Turquel goleou na receção ao HC Sintra (6-2), no passado sábado, e reafirmou a sua candidatura...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!