Terça-feira, Junho 18, 2024
Terça-feira, Junho 18, 2024

Carlos Filipe Cruz estreia obra em homenagem a Aleksey Gorokhov

Data:

Partilhar artigo:

Carlos Filipe Cruz estreou “Epitaph”, na Igreja do Convento Corpus Christi, em Gaia, este dia 5, fazendo uma homenagem ao violinista Aleksey Gorokhov, inserida num concerto promovido pela Águas de Gaia e pelo Município de Gaia.

Interpretada por Pedro Carneiro, a obra para violino solo, com a duração de cerca de 7 minutos, surge de uma encomenda do violinista, que tem como objetivo integrá-la no próximo concurso “Aleksey Gorokhov International Violin Competition”, como obra obrigatória.

“‘Epitaph’ foi, claramente, um grande desafio”, sublinha o compositor, em declarações ao REGIÃO DE CISTER. “Pretendia construir uma obra séria e com dificuldade muito elevada, que demonstrasse as potencialidades do instrumento, não deixando de parte a expressividade dos intérpretes”, acrescenta Carlos Filipe Cruz.

Região de Cister - Assine já!

Para este ano, o músico encontra-se a preparar vários espetáculos, com destaque para um concerto em Coimbra, que irá reunir as suas principais obras corais, assim como obras para piano solo e a quatro mãos. A interpretação estará a cargo do próprio, do Grupo Vocal Ad Libitum e do Ad Libitum Ensemble, sob a direção da maestrina Isilda do Amaral Margarida.

Professor na Academia de Música de Alcobaça, Carlos Filipe Cruz é mestre em Ensino da Música (Composição) pela Escola Superior de Música de Lisboa, na qual teve a oportunidade de adquirir conhecimentos com os professores António Pinho Vargas e Carlos Marecos e de desenvolver trabalhos com os professores Carlos Caires, João Madureira, José Luís Ferreira, Luís Tinoco, Sérgio Azevedo e Roberto Perez. O músico frequentou ainda o curso de doutoramento em Artes Performativas e da Imagem em Movimento na Universidade de Lisboa.

Do seu currículo constam os prémios no I Concurso Novos Compositores/ Orquestra Metropolitana de Lisboa e na Mostra Nacional Jovens Criadores 2012, assim como a menção honrosa no I concurso de composição da Escola Superior de Música de Lisboa.

Carlos Filipe Cruz representou Portugal no festival NEU/NOW, em Tallin (Estónia), em 2011, e na edição de 2001 do Festival Gaude Mater, realizado na cidade de Czestochowa, na Polónia, tendo também participado em eventos nacionais como o Festival Peças Frescas, o Festival Música Viva, o Festival Internacional de Música da Póvoa do Varzim, o Festival de Música de Coimbra, entre outros. Na última edição do Cistermúsica, o pianista e compositor natural de Coimbra contribuiu com música original para o espetáculo apresentado pela Companhia de Dança de Alcobaça no Refeitório do Mosteiro.

Ao longo da sua carreira artística, Carlos Filipe Cruz tem marcado presença em workshops e seminários dinamizados por nomes como Volken Banfield, Marc-André Dalbavie, Emmanuel Nunes, António de Sousa Dias ou Miguel Azguime.

AD Footer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Futsal: Dupla da Benedita conquista inédito tetracampeonato nacional

Os técnicos Nuno Dias e Paulo Luís, o primeiro residente na Benedita e o segundo natural da freguesia,...

GNR apreende 334 artigos contrafeitos em São Martinho do Porto

O Posto Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de São Martinho do Porto apreendeu, esta quinta-feira, em São...

Reportagem do REGIÃO DE CISTER ganha prémio nacional

A reportagem “Tornaram-se autênticos heróis na arte de cuidar dos (seus) heróis”, da autoria do jornalista Rafael Raimundo,...

Menopausa

A negligência na nossa vida reprodutiva, que já agora, só é valorizada quando podemos ter filhos, é uma...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!