Duas mulheres detidas por tráfico de estupefacientes e posse ilegal de armas no Casal Pardo

O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Caldas da Rainha, deteve duas mulheres, de 58 e 85 anos, por tráfico de estupefacientes e posse ilegal de armas, esta quinta-feira, no Casal Pardo. 

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria desde novembro, os militares realizaram duas buscas domiciliárias e uma em veículo, culminando na apreensão de 300 doses de canábis, 13 plantas de canábis, 12 cartuchos, três caçadeiras, uma arma de paintball, diverso material elétrico e equipamento de apoio à produção e secagem de canábis e material de embalagem e corte de canábis.

Durante a operação foram desmanteladas quatro estufas de produção de canábis e outra de secagem, tendo sido possível detetar uma ligação ilegal à rede elétrica.

No decorrer da ação, e após terem sido detetados ilícitos contra a natureza e ambiente, foi elaborado um auto de contraordenação por posse ilegal de peças ornamentais por falta de certificado CITES, punível com uma coima que pode ascender a 100 000 euros, tendo sido remetido para o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), autoridade nacional CITES.

No seguimento desta ação, foram também apreendidas duas tartarugas de escamas (Eretmochelys imbricata) embalsamadas, uma peça de coral (Acropolidae) de dois quilos, e diversas peças de marfim de elefante-africano (Loxodonta africana).

A operação contou com o reforço do Posto Territorial de São Martinho do Porto, do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Caldas da Rainha, do Destacamento de Intervenção (DI) de Santarém e com a colaboração do ICNF.