Empresário Joaquim Duarte defende que CCRD Burinhosa deve ser emblema do concelho

Com uma equipa de futsal na 1.ª divisão desde a época 2014/2015, o Centro de Cultura, Recreio e Desporto (CCRD) Burinhosa “tem de ser o clube da freguesia e do concelho”, argumenta o empresário e antigo autarca Joaquim Coutinho Duarte, que foi um dos principais patrocinadores da coletividade e antigo presidente da Direção.

“Conseguimos uma coisa inédita no País; levar uma aldeia sem qualquer peso político ou capacidade financeira, como têm os grandes clubes, à 1.ª divisão, tornando-a conhecida a nível nacional como a aldeia do futsal”, defende Coutinho Duarte, que tem negócios em Portugal e em Angola.

Para o empresário, o CCRD Burinhosa “deve ser financiado pela Câmara e pela Junta de acordo com o que representa para o município”. O Burinhosa - que conta  com a presença na final da Taça de Portugal na época 2016/2017 e quatro presenças no playoff do campeonato nacional - alcançou esta época um recorde histórico no clube, somando seis jogos consecutivos a pontuar no escalão principal, e garantiu também o regresso à final-eight da Taça da Liga.

Coutinho Duarte, que defende que o clube deveria ter Burinhosa-Pataias na sua designação, lembra que a formação faz 11 jogos oficiais em casa por época, o que pode ser uma fonte de receita televisiva. O clube tem recebido Benfica e Sporting no pavilhão Gimnodesportivo municipal de Alcobaça.