Três detidos por produção e tráfico de droga na Cela

Um homem e duas mulheres, de 21, 19 e 48 anos, respetivamente, foram detidos, esta quarta-feira, na Cela, por cultivo e tráfico de estupefacientes.

A operação esteve a cargo do Núcleo de Investigação Criminal das Caldas da Rainha e resultou na apreensão de 249 plantas de cannabis, um sistema sofisticados de produção artificial das plantas (constituído por 22 lâmpadas de aquecimento, 20 ventoinhas, quatro depósitos de água, duas bombas de calor, um ar-condicionado, transformadores de elevada potência), quatro balanças, uma prensa para fazer placas de haxixe, três carros, uma mota e 260 euros em numerário.

As detenções surgem no âmbito de uma investigação que já decorria desde outubro de 2018, na qual um homem de 44 anos foi constituído arguido, por posse e tráfico de estupefacientes, e que permitiu às autoridades a identificação de outros suspeitos. Na sequência desta investigação foi realizada uma busca domiciliária à residência e viaturas dos suspeitos, onde foram detetadas várias plantações de cannabis, estufas de produção, zona de tratamento e secagem das plantas e espaços armazenamento, com plantas em diferentes estados de maturação, assim como diverso material utilizado no cultivo das mesmas.

Durante as diligências, os militares "detetaram num terreno um alçapão que dava acesso a um “bunker”, o qual servia de laboratório de produção de cannabis, equipado com um sistema de aquecimento e ventilação para auxiliar e otimizar a produção", lê-se no comunicado.  

Os três indivíduos vão ser ouvidos em 1.º interrogatório judicial, esta sexta-feira, pelo Tribunal de Instrução Criminal de Leiria, sendo que dois deles encontram-se detidos nas instalações da GNR de Caldas da Rainha.