Alojamento Local dispara na Nazaré

Os dados do Registo Nacional do Alojamento Local (RNAL) indicam um acentuado aumento nos últimos anos em Portugal, devido ao dinamismo do turismo. 

Em todo o país, estão registadas 72.105 unidades de alojamento temporário, num quadro onde se destaca a Nazaré, que é de todo o distrito, o concelho com mais alojamentos registados, alcançando o total de 780 registos.

Em relação ao ano passado, deu-se um “boom”, no qual o concelho, em poucos meses, conseguiu triplicar o seu número de registos.

Já em Alcobaça a subida não é tão acentuada, mas ainda assim afigura-se bastante significativa. De 305 passou para 638 registos desde o início do ano. Colocando também a cidade na linha da frente do distrito.

Maio foi o mês do ano em que se atingiu o maior número de novos alojamentos locais, tanto em Alcobaça como na Nazaré. A aproximação do período de verão, no qual os concelhos recebem mais visitantes que procuram alternativas onde permanecer, poderá ter tido alguma influência.

As condições para o alojamento local têm gerado alguma celeuma, nomeadamente ao nível do grau de poder e decisão que as autarquias necessitam, da imposição de quotas e até mesmo acerca da posição dos condomínios, que podem ter liberdade para se manifestar em relação ao aluguer de apartamentos.

No entanto, há que realçar os benefícios das alternativas de alojamento temporário que, indiscutivelmente promovem e dinamizam o turismo, permitindo atrair mais visitantes à região com a capacidade de adotar um papel fulcral na economia e investimento do concelho.