Sexta-feira, Julho 1, 2022
Sexta-feira, Julho 1, 2022

Silva Peneda defende compromisso para o emprego

Data:

Partilhar artigo:

O presidente do Conselho Económico e Social (CES) defendeu esta segunda-feira, na Nazaré, a necessidade de ser estabelecido nas próximas décadas “um grande compromisso entre as forças políticas em que o emprego esteja no centro das prioridades”.

O presidente do Conselho Económico e Social (CES) defendeu esta segunda-feira, na Nazaré, a necessidade de ser estabelecido nas próximas décadas “um grande compromisso entre as forças políticas em que o emprego esteja no centro das prioridades”.

Durante um jantar-conferência promovido pelo PSD, subordinado ao tema “Política de Emprego, Qualificações e Mercado de Trabalho”, Silva Peneda criticou muitas das opções da troika no programa de ajustamento, salientando que o País precisa “de uma austeridade que valha a pena”, o que, no entender do antigo ministro do Emprego e da Segurança Social, não se verificou.

Numa das últimas aparições públicas à frente do CES, o economista recordou que “não há capital em Portugal” e que, por isso, o desenvolvimento do País “tem de ser feito com investimento estrangeiro”, sendo necessário criar “condições de atração de investidores”. Para tal, torna-se necessário “um compromisso e não um consenso” em diversos domínios, nomeadamente ao nível da justiça.

Perante o que considera “uma nova realidade económica” a nível internacional, que deixa Portugal com “uma capacidade de manobra muito estreita a nível nacional”, Silva Peneda defende que os países mais ricos devem ajudar os mais pobres e que a zona euro “precisa de uma política orçamental e fiscal única”. Ainda antes de se juntar a Jean Claude Junker na Comissão Europeia, o presidente do CES deixa a sugestão: “Por que não a Europa cofinanciar o subsídio de desemprego dos países do Sul da Europa?”

Durante o evento, Margarida Balseiro Lopes, presidente da Distrital de Leiria da JSD e secretária-geral da JSD, considerou que o PSD “tem a responsabilidade de apresentar soluções concretas para o desemprego jovem no próximo programa de Governo”, mas sublinhou que “não era possível corrigir em quatro anos décadas de más decisões” dos sucessivos governos.

Joaquim Pequicho, líder do PSD/Nazaré, aproveitou a sessão para anunciar que a Concelhia está a elaborar um Plano de Ação Local para o Emprego e Qualificações, apontando a revisão do Plano Diretor Municipal e a adoção de medidas de marketing territorial que proporcionem a captação de investimentos, envolvendo a economia social, como prioridades.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futsal: Uma década de “ouro” coroada com o 25.º título

O Sporting revalidou o título nacional, no passado sábado, depois de vencer o Benfica (4-3) no terceiro jogo...

Vai uma “jogatana” de padel?

Pode parecer estranho, mas esta história sobre o padel começa a ser contada por um treinador de... futsal....

A leste, algo de novo: o despertar dos impérios

Gostaria de estar mais otimista. Porém, os últimos desenvolvimentos à volta da  Guerra na Ucrânia não me permitem...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!