Terça-feira, Julho 5, 2022
Terça-feira, Julho 5, 2022

Junta do Bárrio quer potenciar turismo na freguesia

Data:

Partilhar artigo:

Potenciar a agricultura e o turismo continuam a ser dois dos grandes objetivos do executivo da Junta de Freguesia do Bárrio.

Potenciar a agricultura e o turismo continuam a ser dois dos grandes objetivos do executivo da Junta de Freguesia do Bárrio.

Em entrevista ao Região de Cister, a presidente da Junta, Filipa Gomes, aponta as prioridades da autarquia para os próximos anos.

REGIÃO DE CISTER (RC) > Como caracteriza a economia da freguesia do Bárrio? 

FILIPA GOMES (FG) > O Bárrio beneficia das suas excelentes condições geográficas para o seu desenvolvimento. A agricultura, comércio e alguma industria são as principais atividades existentes, sendo que a maioria dos mais de 1.500 habitantes da freguesia não obtém o seu rendimento na “sua terra”, mas sim em concelhos vizinhos. Uma das atividades a potenciar é ainda o turismo. É necessário  que os investidores possam ter conhecimento das reais potencialidades para tirar partido de um bom investimento e consequente desenvolvimento da economia.

RC > Sendo uma freguesia predominantemente agrícola, de que forma a Junta tem apoiado e dinamizado este setor?

FG > É um setor em desenvolvimento e merece o apoio de todas as entidades. É de louvar a existência de uma agricultura sustentável, dinâmica e em pleno crescimento. Enquanto entidade gestora da Freguesia a Junta tem estado atenta e ouvinte de todos os agricultores que necessitarem de expor as suas dificuldades. Estamos em contacto com associações de agricultores e promovemos ações de divulgação. O tema da agricultura é o mote das festividades do aniversário da freguesia, organizando-se uma exposição agrícola como apoio às respetivas associações. 

RC > A Villa de Parreitas torna o Bárrio numa das principais freguesias do concelho de Alcobaça, em termos históricos. O que está a ser feito para atrair turista?

FG > A estação Arqueológica e o museu são uma peróla da freguesia. E necessitam de competência técnica para o seu desenvolvimento. Infelizmente encontra-se desativada no que toca às escavações ou conservação especializada há já alguns anos. Estamos preocupados e a reunir esforços em conjunto com o Município para em parceria com alguma Universidade prosseguir os trabalhos.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!