Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Central da Confluência dos Rios inaugurada

Data:

Partilhar artigo:

A inauguração da Central da Confluência dos Rios Alcoa e Baça – Espaço Energia de Alcobaça, que decorreu esta sexta-feira, deu o pontapé de saída das Jornadas Europeias do Património em Alcobaça, iniciativa que decorre até domingo na cidade.

A inauguração da Central da Confluência dos Rios Alcoa e Baça – Espaço Energia de Alcobaça, que decorreu esta sexta-feira, deu o pontapé de saída das Jornadas Europeias do Património em Alcobaça, iniciativa que decorre até domingo na cidade.

O novo espaço museológico da cidade, localizado no Jardim do Amor, integra a rede de Museus de Energia, promovida pela Fundação EDP, e pretende promover a partilha de informação e divulgação ao público dos aspetos mais relevantes dos primórdios da indústria e energia elétrica em Alcobaça. “Impunha-se concluir este trabalho e é importante termos a perceção de toda esta riqueza patrimonial”, adiantou o presidente da Câmara, na inauguração do espaço. “A modernidade passa pelo revivalismo do património”, considerou Paulo Inácio, agradecendo o apoio da Fundação EDP, que contribui em 50% no investimento total de 40 mil euros.

“Este núcleo museológico pretende posicionar Alcobaça no pioneirismo da história da eletrificação pública e privada em Portugal, fazer a reconstituição histórica deste espaço e recuperar a maquinaria”, sublinhou Alberto Guerreiro, museólogo da Câmara de Alcobaça. O espaço dispõe uma mesa interativa multitoque, que configura uma função pedagógica e didática com um reportório de informação multimédia de complemento à inscrita nas telas de exposição. 

“Agora que estamos a comemorar as jornadas europeias do património é interessante  que haja apenas duas autarquias a fazer inauguração do património. O património industrial de Portugal está de parabéns”, sublinhou Jorge Custódio, presidente da Associação Portuguesa da Arqueologia, que depois da inauguração do espaço proferiu a conferência sob o mote “O Património Industrial e Técnico Hoje” no auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça.

A mostra de máquinas antigas que alimentavam a antiga central elétrica é enriquecida com uma exposição de fotografia sobre a antiga Central Elétrica da Fervença, da autoria do alcobacense João Costa, com textos de José Alberto Vasco, patente no piso superior do edifício da Central em área de exposições temporárias. 

O espaço museológico vai estar aberto de segunda-feira a sábado, das 14:30 às 17:30 horas.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Dois detidos por tentativa de furto a residência em Famalicão

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial da Valado dos Frades, deteve esta terça-feira dois homens...

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!