Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023
Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023

Canário de alcobacense vale ouro em concurso mundial

Data:

Partilhar artigo:

O canário Norwich, de classe melânico nevado, valeu ao alcobacense Manuel Maria uma medalha de ouro no 64.º Concurso Mundial de Ornitologia (estudo científico das aves), em Matosinhos, que decorreu no final do mês passado.

O canário Norwich, de classe melânico nevado, valeu ao alcobacense Manuel Maria uma medalha de ouro no 64.º Concurso Mundial de Ornitologia (estudo científico das aves), em Matosinhos, que decorreu no final do mês passado.

O pássaro deu nas vistas entre 22 mil, oriundos de 22 países, pertencentes a 2.800 concorrentes.

Região de Cister - Assine Já!

Os juízes internacionais avaliaram o pássaro, elogiando-lhe a fisionomia perfeita: o bico curto e cónico, a cabeça redonda e à largura do corpo, como se pede nesta classe, e a plumagem invulgar, conforme descreve o vencedor.

A vitória mundial é o resultado do casamento do “melhor casalinho“ de pássaros que Manuel Maria guarda no anexo, onde 60 casais chilreiam animados para gerar o melhor exemplar da espécie.

Foi à terceira vez que o criador de canários conseguiu arrecadar o 1.º prémio neste concurso, tendo já participado por duas vezes em mostras internacionais realizadas em Portugal. “Este canário é um campeão inestimável”, responde prontamente, quando questionado pelo valor comercial da ave.

Por estes dias, o criador seleciona o melhor macho e a melhor fêmea, “uma vez que a época de acasalamento acontece de fevereiro a julho”. Também não pode faltar uma boa nutrição “com boa alpista, uma papa de qualidade, vitaminas e corante para os que precisam”, explica o cuidador, que tem levado o nome de Portugal além fronteiras, com os pássaros como mensageiros. Mas nem tudo são rosas. Por duas vezes viu os melhores exemplares serem roubados das gaiolas, tendo o último assalto ocorrido há cinco anos, ficando “sem os vinte melhores canários” que tinha.

Uma paixão já antiga, mas que os seus olhos ainda refletem com a mesma intensidade. Afinal, são 45 anos de dedicação que voaram no tempo.

AD Footer

Três em um

Artigos Relacionados

Três em um

#1 JANTAR DE AMIGOS Atualmente um jantar de amigos é algo que me põe nervoso. Há tanta coisa em questão...

José Inácio é o rosto do café que é “capital da imperial”

Corria o ano de 1968 quando José Inácio decidiu investir num estabelecimento no Silval. O nome dado ao...

Coleção de cerâmica projeta voz de Sónia Tavares

Uma peça de cerâmica pode ter várias formas, tamanhos e cores. E se lhe dissermos que também pode...

Associação de Monte de Bois tem um presidente… “ator”

É natural de Setúbal, mas ainda não tinha 1 ano de idade quando se mudou para o concelho...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!