Segunda-feira, Julho 4, 2022
Segunda-feira, Julho 4, 2022

João Lucas homenageado em gala desportiva do Diário de Coimbra

Data:

Partilhar artigo:

Menos de um ano após a trágica morte de João Lucas, que deixou Alcobaça de luto, o alcobacense foi homenageado pelo Diário de Coimbra, com o prémio “In Memoriam”, recebido pela família do atleta, no âmbito da gala Prémios Desporto 2015, que teve lugar na cidade dos estudantes na passada segunda-feira. 

Menos de um ano após a trágica morte de João Lucas, que deixou Alcobaça de luto, o alcobacense foi homenageado pelo Diário de Coimbra, com o prémio “In Memoriam”, recebido pela família do atleta, no âmbito da gala Prémios Desporto 2015, que teve lugar na cidade dos estudantes na passada segunda-feira. 

Entre os habituais prémios de melhor atleta, equipa ou treinador, o momento alto do foi a homenagem póstuma ao futebolista que passou, entre muitos outros clubes, pela Académica de Coimbra, equipa que representou durante quase uma década. O alcobacense chegou a envergar a braçadeira de capitão da Briosa, equipa pela qual entrou em campo por mais de uma centena de vezes.

O galardão foi recebido em palco por Íris Ramos Guerra, irmã do futebolista, para quem a homenagem “representa o enorme amor” que João Lucas “ dedicou ao futebol, dos 8 anos até ao final da sua vida”. “A Académica foi decisiva na sua formação enquanto homem e atleta. Levou-a sempre aconchegada ao coração, cheio de todos os que o ajudaram a crescer. Agradeço aos que o fizeram e que desse modo enriqueceram a sua vida”, acrescentou. 

O Diário de Coimbra escreve, na edição da passada terça-feira, que as palavras da irmã de João Lucas foram “dos momentos mais altos” da gala organizada pelo jornal, tendo sido recebidas com “uma salva de palmas feita em pé por parte da plateia”.

João Lucas nasceu no Hospital de Caldas da Rainha, como tantos outros alcobacenses e nazarenos, mas viveu em Alcobaça com a família desde criança, tendo-se iniciado no futebol nas camadas jovens do Ginásio. Filho de um antigo jogador e treinador dos azuis, transferiu-se para a Académica com idade de juvenil. Após empréstimos a Sp. Pombal e Anadia, fixou-se no plantel principal da Briosa. Passou ainda pelo Boavista, também no escalão principal do futebol nacional, e teve uma experiência internacional no Estrela Vermelha, na Sérvia.

A carreira do futebolista ficou marcada pela paragem prematura aos 27 anos, quando lhe foi detetado um problema cardíaco. Foi o mesmo problema que, no dia 26 de maio do ano passado, vitimou João Lucas, aos 35 anos, após uma vida repleta de sucessos desportivos e pessoais que serão para sempre recordados.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aluno da Escola D. Pedro I conquistou 1.º prémio nas Olimpíadas da Cultura Clássica

António Maria Jorge, aluno da Escola Básica 2,3 D. Pedro I de Alcobaça, ganhou o 1.º prémio nas...

Futsal: Uma década de “ouro” coroada com o 25.º título

O Sporting revalidou o título nacional, no passado sábado, depois de vencer o Benfica (4-3) no terceiro jogo...

Vai uma “jogatana” de padel?

Pode parecer estranho, mas esta história sobre o padel começa a ser contada por um treinador de... futsal....

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!