Segunda-feira, Julho 4, 2022
Segunda-feira, Julho 4, 2022

CBES da Maiorga abre centro de dia no pavilhão

Data:

Partilhar artigo:

O Centro de Bem-Estar Social (CBES) da Maiorga deu a conhecer à comunidade, no passado domingo, o centro de dia instalado no pavilhão da instituição, onde funcionará o ATL, a partir do próximo mês. A nova valência social era um anseio antigo da instituição, que antecipou a candidatura do projeto de ampliação e requalificação do edifício-sede, avançando com umas instalações provisórias, preparadas para acolher, numa primeira fase, 16 utentes.

O Centro de Bem-Estar Social (CBES) da Maiorga deu a conhecer à comunidade, no passado domingo, o centro de dia instalado no pavilhão da instituição, onde funcionará o ATL, a partir do próximo mês. A nova valência social era um anseio antigo da instituição, que antecipou a candidatura do projeto de ampliação e requalificação do edifício-sede, avançando com umas instalações provisórias, preparadas para acolher, numa primeira fase, 16 utentes.

“Era uma necessidade sentida na Maiorga, até porque várias pessoas tiveram de recorrer a outras instituições fora da freguesia. O serviço domiciliário que prestamos, de segunda-feira a domingo, acaba por não colmatar um dos problemas que tem a ver com o isolamento das pessoas. O centro de dia é uma mais-valia a esse nível porque vai permitir que as pessoas mantendo os seus serviços tenham uma outra rotina diária, de encontros e de socialização”, resume Fátima Camacho, diretora técnica da instituição. “Vamos tentar dar-lhes o que eles precisam para o dia a dia. Se é o dia damos o dia, se é o almoço damos o almoço, se é a semana damos a semana“, adiantou Aníbal Ricardo, presidente do CBES da Maiorga desde outubro. 

“O CBES tem um projeto, que aguarda candidatura ao Portugal 2020, para uma remodelação e ampliação do edifício-sede, prevendo um centro de dia com capacidade para 34 utentes. O que fizemos foi antecipar o funcionamento da valência para este espaço provisório”, esclarece o dirigente. 

O projeto, avaliado em 650 mil euros, vai permitir “uma proximidade inter-geracional entre a creche e o jardim-de-infância e o centro de dia” e “uma requalificação de todo o edifício, que já tem 35 anos”, recorda Fátima Camacho. “O que faz hoje o CBES ser o CBES é o material humano. Já somos avós, ou seja, estamos a receber os filhos daqueles que foram os primeiros filhos da casa, que nos procuram pelas memórias de infância e pelo que conhecem”, acrescenta.

O centro de dia, que vai arrancar com oito utentes e três funcionários afetos à valência social, vai funcionar entre as 8:30 e as 18 horas de segunda a sexta-feira. 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aluno da Escola D. Pedro I conquistou 1.º prémio nas Olimpíadas da Cultura Clássica

António Maria Jorge, aluno da Escola Básica 2,3 D. Pedro I de Alcobaça, ganhou o 1.º prémio nas...

Futsal: Uma década de “ouro” coroada com o 25.º título

O Sporting revalidou o título nacional, no passado sábado, depois de vencer o Benfica (4-3) no terceiro jogo...

Vai uma “jogatana” de padel?

Pode parecer estranho, mas esta história sobre o padel começa a ser contada por um treinador de... futsal....

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!