Sábado, Janeiro 28, 2023
Sábado, Janeiro 28, 2023

Auto-caravanas “invadem” parque do Estádio Municipal da Nazaré

Data:

Partilhar artigo:

O parque de estacionamento do complexo desportivo da Nazaré transformou-se, por estes dias, num autêntico parque de autocaravanismo. Diariamente são muitas as autocaravanas que ocupam aquele espaço para pernoitar ou, apenas, para passar algumas horas. São maioritariamente matrículas francesas, mas também há espanholas e portuguesas.

O parque de estacionamento do complexo desportivo da Nazaré transformou-se, por estes dias, num autêntico parque de autocaravanismo. Diariamente são muitas as autocaravanas que ocupam aquele espaço para pernoitar ou, apenas, para passar algumas horas. São maioritariamente matrículas francesas, mas também há espanholas e portuguesas.

À entrada do parque estão dois sinais que proíbem o trânsito de veículos desta categoria mas, mesmo com 2 metros de altura, a sinalização parece ser ineficiente. Que o diga Manuel Andrade, caravaneiro de Santa Maria da Feira, que viu o sinal mas, “se dá para os outros”, também dá para ele, reconhece, referindo-se ao facto de o parque se encontrar repleto de autocaravanas.

Região de Cister - Assine Já!

O REGIÃO DE CISTER tentou perceber junto dos próprios caravanistas as razões que os leva a preferir um local interdito a espaços designados para o efeito. A resposta foi quase unânime.

A esmagadora maioria dos caravanistas aponta a falta de parque de caravanismo na região. E os poucos parques que há, praticam “preços injustos”, critica Manuel Andrade. “Uma noite num parque de campismo custaria entre 15 a 20 euros”, lamenta. E, no seu caso, a única despesa que faria “é o espaço” porque o veículo com que viaja pelo País é autossuficiente.

Um turista francês, que prefere não ser identificado, admitiu estacionar no local porque os parques de campismo só “disponibilizam estadias diárias”. Não “valeria a pena pagar por um dia inteiro” quando só se está “por umas horas no mesmo local”, conta o francês. Além disso, o visitante escolheu o local visto a grande afluência de outras caravanas. O mesmo relata um grupo de amigos espanhóis que viajou ao longo da costa portuguesa desde a Galiza: “chegámos à Nazaré sem conhecer nada e deixámos aqui a caravana porque estão tantas outras”. 

Mas, se há sinalização por que é que o parque de campismo continua cheio? A situação está sinalizada pela PSP. António Caroça, comandante da esquadra da Nazaré, garantiu ao REGIÃO DE CISTER que os polícias ordenam a saída das caravanas que, mais tarde, regressam ao mesmo local. “As pessoas não cumprem a sinalização”, lamenta.

Até ao fecho desta edição, o REGIÃO DE CISTER tentou obter, sem sucesso, o depoimento de Walter Chicharro, presidente da Câmara da Nazaré.

AD Footer

Artigos Relacionados

Oonify abre espaço dedicado à formação na Nazaré

A Oonify abriu, recentemente, na Nazaré, um novo espaço de formação, a que chamou de "Oonify Space". O novo...

Sons Com(n)Sentidos ouvem-se agora nos cavaquinhos e percussão da Cercilei

Em cima do palco, os homens apresentam-se de suspensórios, as mulheres levam uma bandolete na cabeça. Todos vestem...

Acidente com trator agrícola provocou um ferido grave em Évora de Alcobaça

Um ferido grave foi o resultado de um acidente com um trator agrícola, ocorrido na tarde desta quarta-feira,...

Ricardo Esgaio e Stephen Eustáquio disputam conquista da Taça da Liga de futebol

Os futebolistas nazarenos Ricardo Esgaio, com as cores do Sporting, e Stephen Eustáquio, com o símbolo do FC...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!