Terça-feira, Abril 16, 2024
Terça-feira, Abril 16, 2024

OesteCim destina 1,4 milhões para reduzir preço dos passes

Data:

Partilhar artigo:

A Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim) vai alocar 1,4 milhões de euros para Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, beneficiando com descontos, a partir do próximo mês, cerca de 5 mil portadores de passes rodoviários.

A Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim) vai alocar 1,4 milhões de euros para Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, beneficiando com descontos, a partir do próximo mês, cerca de 5 mil portadores de passes rodoviários.

A OesteCIM, enquanto Autoridade de Transporte, “decidiu, em Conselho Intermunicipal, alocar toda a sua verba disponível para ações destinadas à redução tarifária (passes)”, lê-se, em comunicado.

Região de Cister - Assine Já!

Na prática, a medida permitirá que, nas deslocações municipais (dentro do perímetro de cada município) deixem de haver títulos superiores a 30 euros, uma vez que os passes municipais “serão subvencionados pelo diferencial para que as vendas não ultrapassem este valor”, explicou a OesteCim. Neste caso, estima-se que “os beneficiários desta medida deverão poupar, em média, cerca de 230 euros por ano”.

Já nas deslocações intermunicipais (dentro do território OesteCim) “não haverá títulos de valor superior a 40 euros”, prevendo poupanças de “cerca de 400 euros por ano”.

Nas ligações inter-regionais, com os concelhos da Área Metropolitana de Lisboa, da Lezíria do Tejo e à Região de Leiria, “será garantido um desconto de 30%”, sendo que a OesteCim “não financiará títulos para valores abaixo dos 40 euros”, refere o comunicado, que aponta para os beneficiários desta medida poupanças, em média, “acima de 450 euros por ano”.

 O Programa de Apoio à Redução Tarifária no Oeste prevê ainda aplicar os mesmos princípios aos utilizadores do comboio, através de “um Passe Social + Oeste que se traduza num desconto suplementar, calculado em função do rendimento do agregado/indivíduo”.

Com estas medidas, a OesteCIM estima “poder contribuir para reduzir significativamente os encargos que as famílias têm pela utilização do sistema de transportes e, como consequência, aumentar o seu rendimento disponível, fator que os 12 executivos desta Comunidade Intermunicipal consideram de extrema relevância”.

AD Footer

Artigos Relacionados

Três mulheres identificadas pela PSP de Alcobaça por furtos em hipermercados

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Alcobaça intercetou e identificou, na passada terça-feira, dia 9 de abril,...

Circulação alternada de trânsito na EN362, no concelho de Porto de Mós

A EN362, na Ribeira de Cima, concelho de Porto de Mós, está a ser alvo de uma intervenção...

E se fôssemos um País de Poetas?

este mesmo ano em que celebramos os 500 anos do nascimento do nosso poeta maior, Camões, pergunto-me como...

Jüra nomeada para os prémios Play

Jüra está entre os nomeados da 6.ª edição dos Play – Prémios da Música Portuguesa. A cantora e...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!