Sexta-feira, Abril 19, 2024
Sexta-feira, Abril 19, 2024

Levantada interdição de banhos em São Martinho do Porto

Data:

Partilhar artigo:

Já foi levantada a interdição a banhos na praia de São Martinho do Porto, uma vez que na vistoria desta quinta-feira não foram avistadas quaisquer caravelas-portuguesas. Por prevenção foi hasteada a bandeira amarela.

Já foi levantada a interdição a banhos na praia de São Martinho do Porto, uma vez que na vistoria desta quinta-feira não foram avistadas quaisquer caravelas-portuguesas. Por prevenção foi hasteada a bandeira amarela.

Depois do incidente com um banhista que sofreu queimaduras numa mão, provocadas por uma caravela-portuguesa, relatado esta terça-feira, a bandeira vermelha continou içada no dia seguinte, “tendo a Polícia Marítima da Nazaré, em conjunto com os tripulantes da Estação Salva-vidas da Nazaré e os nadadores-salvadores em serviço, montando um dispositivo no mar, com três embarcações, e em terra, com duas viaturas todo-o-terreno e pessoal apeado que, durante o dia, atuou de modo a evitar que outros banhistas sofressem lesões”, lê-se em comunicado. Até final do dia desta quarta-feira, nomeadamente no período de enchente da maré, foram detetados e recolhidos sete espécimes.

Região de Cister - Assine Já!

Na manhã de quinta-feira foram efetuadas buscas, tanto por terra como por mar, não tendo sido detetados quaisquer exemplares de caravela-portuguesa, “tendo, por decisão do Capitão do Porto, e por prevenção, às 10 horas sido hasteada a bandeira amarela e indicado um reforço de atenção, por parte dos nadadores-salvadores para, em caso de algum avistamento, reportarem  imediatamente”.

A Autoridade Marítima Nacional alerta ainda para, “em caso de ser avistada a caravela-portuguesa, evitar o contacto com este organismo”. No caso de haver contacto os banhistas deverão ter em conta alguns procedimentos, nomeadamente não esfregar ou coçar a zona atingida para não espalhar o veneno; não usar água doce, álcool ou amónia; não colocar ligaduras; lavar com cuidado com soro fisiológico; retirar com cuidado os tentáculos (caso tenham ficados agarrados à pele) utilizando luvas, uma pinça de plástico e soro fisiológico; aplicar uma camada fina de pomada própria para queimaduras, quando em contacto com as águas vivas e consultar assistência médica o mais rapidamente possível.

 

AD Footer

Artigos Relacionados

Dez estabelecimentos da região distinguidos no Guia “Boa Cama Boa Mesa” 2024

Cinco alojamentos e cinco restaurantes foram reconhecidos no Guia “Boa Cama Boa Mesa” 2024, publicado na passada sexta-feira...

Cartoon 18-04-2024

A incrível vida (depois da morte) de D. Inês de Castro e a sua pomba Pimba

O que é a liberdade para si?

Vejo muita gente a viver “presa” no que acredita ser uma vida livre. Já se perguntou o que...

“Projeto Água do Oeste” apresentado em Alcobaça

“Projeto Água do Oeste”. É este o nome do workshop que terá a primeira sessão já na próxima...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!