Segunda-feira, Fevereiro 26, 2024
Segunda-feira, Fevereiro 26, 2024

Papelaria Susete aposta na diversidade de produtos

Data:

Partilhar artigo:

Em Mira de Aire o nome de Susete confunde-se, quase sempre, com a única papelaria da vila. Há jornais e revistas, livros, artigos de papelaria, brindes, apostas nos jogos Santa Casa, brinquedos, mobiliário e artigos de decoração e até mesmo produtos de perfumaria… o que torna a loja num local de paragem obrigatória entre os mirenses. 

Em Mira de Aire o nome de Susete confunde-se, quase sempre, com a única papelaria da vila. Há jornais e revistas, livros, artigos de papelaria, brindes, apostas nos jogos Santa Casa, brinquedos, mobiliário e artigos de decoração e até mesmo produtos de perfumaria… o que torna a loja num local de paragem obrigatória entre os mirenses.

Fundado em 1988, o negócio já teve melhores dias. Os motivos da deslocação podem não ser exatamente os mesmos, mas os mirenses continuam a frequentar a papelaria. “Esta diversidade de artigos é o segredo para manter até hoje a porta aberta”, refere a proprietária da loja da Rua General Humberto Delgado. Mas este não é o único segredo para o sucesso deste estabelecimento comercial, já que o atendimento personalizado e diferenciado, bem como o “ambiente familiar”, são pontos fortes que os clientes valorizam muito e que os levam a optar por fazer as suas compras na Papelaria Susete, em vez de recorrerem às grandes superfíceis.

Região de Cister - Assine Já!

“Este espaço é mais do que uma papelaria, as pessoas sentem-se acolhidas e bem recebidas, é como se fizéssemos parte das suas famílias”, salienta Susete Matos. “Já conheço bem os meus clientes e tento sempre ter artigos que vão de encontro às suas preferências e necessidades”, acrescenta.

A papelaria já teve três espaços diferentes, mas todos na mesma rua. Nos primeiros anos, vendia essencialmente artigos de papelaria, brindes, jornais e revistas, mas para dar uma maior resposta às necessidades dos seus clientes e uma maior rentabilidade ao negócio, a comerciante foi mudando para espaços de maior dimensão, sendo este o seu terceiro espaço em atividade. Em 2004 mudou-se para a loja onde ainda hoje permanece.

Antes de abrir o seu próprio negócio, a mirense trabalhou durante vários anos numa outra papelaria da vila, que acabou por não sobreviverà crise, encerrando as suas portas. A papelaria é a segunda casa de Susete, que por lá se encontra de segunda-feira a sábado, de manhã à noite. Nem mesmo em momentos de pausa consegue ter muito tempo de descanso, já que os clientes quando não a encontram na loja, pedem quase sempre para a chamar, nem que seja só para a cumprimentar.

O apoio da família ao longo destes anos tem sido fundamental para aguentar o “barco”, quer para ajudar a fazer face ao trabalho exigente das épocas do ano com mais movimento quer para dar alento nos momentos mais difíceis.

A proprietária da papelaria conta diariamente com a ajuda da filha Sónia, que pretende dar continuidade a esta atividade, o que deixa Susete Matos bem mais descansada por saber que o negócio, com tanta história, fica em boas mãos.

AD Footer

Artigos Relacionados

Futsal: CRP Ribafria revalida título distrital de juvenis

A equipa de juvenis do CRP Ribafria sagrou-se bicampeã distrital depois de ter vencido na receção ao CCRD...

Colisão entre ligeiro de passageiros e motociclo causa um morto em Alcobaça

Um acidente rodoviário entre um veículo ligeiro de passageiros e um motociclo, ocorrido ao final da tarde deste...

Malhado de Alcobaça em destaque em evento no Porto

O Malhado de Alcobaça vai ser um dos produtos em destaque num evento que vai decorrer este sábado,...

Futebolista alcobacense condenado a multa e a uma época de suspensão por apostas desportivas

O futebolista alcobacense Daniel Esteves foi esta sexta-feira condenado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!