Domingo, Novembro 27, 2022
Domingo, Novembro 27, 2022

Alcobacenses vencem concurso do IPL com projeto de cerâmica

Data:

Partilhar artigo:

O projeto “Forma Cerâmica”, da autoria dos alcobacenses Pedro Carvalho e Sílvia Teixeira, alunos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD) do Politécnico de Leiria, conquistou o 1.º lugar da 17.ª edição do concurso regional Poliempreende. Para a dupla, a vitória é prova de que a tecnologia pode ser aliada à tradição para garantir a continuidade da arte ceramista.

O projeto “Forma Cerâmica”, da autoria dos alcobacenses Pedro Carvalho e Sílvia Teixeira, alunos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD) do Politécnico de Leiria, conquistou o 1.º lugar da 17.ª edição do concurso regional Poliempreende. Para a dupla, a vitória é prova de que a tecnologia pode ser aliada à tradição para garantir a continuidade da arte ceramista.

A ideia de negócio consiste na criação de um espaço que alie a prototipagem rápida, ou como é conhecida vulgarmente, a impressão 3D, à modelação cerâmica. “Apesar de ser uma ferramenta bastante útil, esta tecnologia 3D não substitui o modelador tradicional, visto que só ajuda na produção do modelo, tendo ainda de ser executados os restantes processos. É importante salientar que as duas realidades, a modelação cerâmica e a prototipagem podem e devem coexistir. Mas não é o que observamos”, revela Pedro Carvalho ao REGIÃO DE CISTER.

Região de Cister - Assine já!

Este foi o mote para o desenvolvimento do projeto que pretende oferecer todos estes serviços num só lugar e aproveitar o mercado, a capacidade e a formação disponível. A equipa acredita que a aplicação da tecnologia 3D à modelação manual pode agilizar o processo e tornar as empresas mais produtivas e competitivas a nível de qualidade-preço. “Permite posicionarmo-nos como uma empresa profissional, que se destaque dos pequenos ateliês de modelação, com a intenção de satisfazer a indústria cerâmica de uma forma que não está habituada”, explica.

O projeto foi o escolhido entre os 16 projetos finais submetidos a concurso pelos cerca de 50 estudantes e professores participantes, para representar o Politécnico de Leiria na final nacional do Poliempreende, que terá lugar na Madeira, em 2021. Os dois alunos do ensino superior receberam, ainda, um prémio no valor no valor de 1.000 euros, patrocinado pela Caixa de Crédito de Leiria, e um voucher no valor de 500 euros para participar no Programa de Aceleração da Start Up Leiria.

“O prémio monetário será direcionado para a aquisição de equipamentos para o ateliê de modelação dos estudantes, “A forma cerâmica”, sediado em Alcobaça. Quanto à viagem à Madeira para a grande final, os alcobacenses revelam estar confiantes da pertinência do seu projeto.

“Existem poucos modeladores e a grande parte não se encontra muito longe da reforma. É preciso dar uma nova perspetiva a este ramo profissional, usando a tecnologia como um aliado, e conquistar os mais novos para esta profissão”, explica Pedro Carvalho, que se “apaixonou” pela modelação ainda na escola primária por influência do irmão mais velho, à data estudante de arquitetura.

AD Footer

Artigos Relacionados

Hélder Roque assume direção clínica das clínicas do Grupo H Saúde

Hélder Roque é o novo diretor clínico da Clínica das Olhalvas- Leiria, da Policlínica Central da Benedita e...

Orquestra Típica e Coral de Alcobaça voltou aos palcos três anos depois

Depois de cerca de três anos com a atividade suspensa, a Orquestra Típica e Coral de Alcobaça voltou...

Degustação de vinhos e sabores locais apreciada por 1 milhar de pessoas no Vimeiro

A “I Degustação de vinhos e sabores da terra”, evento promovido pelo Círculo de Arte, Cultura e Desporto...

Ana Pagará reconduzida como diretora do Mosteiro de Alcobaça

Ana Pagará foi reconduzida no cargo de diretora do Mosteiro de Alcobaça, para uma comissão de serviço de...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!