Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023
Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023

Pratos de chef com estrelas Michelin entregues em casa

Data:

Partilhar artigo:

Depois de a pandemia o ter obrigado a encerrar o restaurante que tinha acabado de abrir em dezembro último, o chef Samuel Mota, portomosense com duas estrelas Michelin, reinventou-se e lançou-se no projeto de iguarias ao domicílio “Em sua casa tradição”, que em breve terá como ponto de entrega a Nazaré.

Depois de a pandemia o ter obrigado a encerrar o restaurante que tinha acabado de abrir em dezembro último, o chef Samuel Mota, portomosense com duas estrelas Michelin, reinventou-se e lançou-se no projeto de iguarias ao domicílio “Em sua casa tradição”, que em breve terá como ponto de entrega a Nazaré.

 Deixou a terra natal há cerca de uma década para ir para a capital quando foi selecionado para integrar a equipa júnior olímpica de culinária. Samuel Mota tinha concluído recentemente o curso de cozinha na Escola de Hotelaria de Fátima e trabalhava no Hotel da Batalha, mas não hesitou quando teve a oportunidade de voar mais alto. Em Lisboa, iniciou o seu percurso profissional no restaurante “Mensagem”, do hotel Altis de Belém e, desde então, o portomosense não tem parado de somar conquistas. 

Região de Cister - Assine já!

Durante o curso tinha estagiado no “Tavares Rico”, e, por ter “desempenhado um bom trabalho” foi convidado para abrir o “Cantinho do Avillez”, o primeiro restaurante do grupo  do prestigiado chef José Avillez. Três meses depois, abriu o “Belcanto”, onde Samuel Mota integrou a equipa logo de seguida e onde permaneceu durante quatro anos.

“Foi um sonho realizado”, conta ao REGIÃO DE CISTER o chef de 29 anos.Entrou como “ajudante do chef das carnes” e chegou a “subchef de todas as secções”. No “Belcanto” viveu um dos momentos mais importantes da sua carreira: a conquista de duas estrelas Michelin. 

Após chegar ao topo e perceber que tinha uma “veia de empreendedor“ decidiu deixar o restaurante e criar o seu próprio negócio. Começou por uma empresa de consultoria e formação na área da cozinha e, em dezembro do ano passado, abriu o seu primeiro restaurante.

“Casa Tradição” está localizado em Alfama e serve cozinha portuguesa com o “toque de modernidade” desta “nova geração” de chefs. Com a pandemia, Samuel Mota viu-se obrigado a encerrar as portas. ”Foi um balde de água fria”, recorda. 

Não tardou em encontrar soluções. Criou em paralelo o serviço que leva a casa dos clientes as iguarias do chef Samuel Mota confecionadas no restaurante, a que chamou “Em sua casa, tradição”. “Tem sido um sucesso. Começámos pela região de Lisboa e já estendemos ao centro do País”, adianta. 

Além de Lisboa, já tem pontos de entrega em Porto de Mós, Leiria, Marinha Grande, Batalha e em breve na Nazaré. 

Rissóis recheados com camarão, amêijoa à bulhão pato ou caril de legumes e croquetes de vitela e alheira são apenas algumas das receitas pensadas para serem comercializadas congeladas para serem finalizadas em casa, com encomendas através da página do Facebook. Bom apetite!

AD Footer

Três em um

Artigos Relacionados

Três em um

#1 JANTAR DE AMIGOS Atualmente um jantar de amigos é algo que me põe nervoso. Há tanta coisa em questão...

José Inácio é o rosto do café que é “capital da imperial”

Corria o ano de 1968 quando José Inácio decidiu investir num estabelecimento no Silval. O nome dado ao...

Coleção de cerâmica projeta voz de Sónia Tavares

Uma peça de cerâmica pode ter várias formas, tamanhos e cores. E se lhe dissermos que também pode...

Associação de Monte de Bois tem um presidente… “ator”

É natural de Setúbal, mas ainda não tinha 1 ano de idade quando se mudou para o concelho...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!