Segunda-feira, Julho 4, 2022
Segunda-feira, Julho 4, 2022

Associação Benedita Solidária prepara abertura de sede na freguesia

Data:

Partilhar artigo:

A Associação Benedita Solidária está a preparar a abertura da sede na freguesia. O objetivo é criar um espaço “seguro e aprazível” para os doentes e respetivas famílias apoiadas pela valência do Núcleo de Apoio Oncológico.

A Associação Benedita Solidária está a preparar a abertura da sede na freguesia. O objetivo é criar um espaço “seguro e aprazível” para os doentes e respetivas famílias apoiadas pela valência do Núcleo de Apoio Oncológico.

Fundada há cinco anos, a associação considera a abertura da sede um “importante passo”. “Este é um espaço dedicado especialmente aos doentes oncológicos e às famílias onde podemos falar abertamente dos medos e inseguranças face à doença. Mas não só. O objetivo é disponibilizar apoio psicológico, promover iniciativas de atividade física e workshops”, explica Isabel Guerra Vitorino, presidente da Direção.
Embora o núcleo apoie maioritariamente mulheres com cancro da mama, o espaço está aberto a outros doentes. “É um apoio que consideramos importante. Nunca é demais reforçar o companheirismo e a solidariedade para com estas pessoas e aos seus entes queridos”, acrescenta a responsável.

A data de abertura do espaço ainda não foi estipulada, uma vez que estão a ser concluídos os “últimos detalhes”. “Estamos a terminar a decoração do espaço, mas creio que abertura oficial estará para breve”, informa.

Além desta valência, a Associação Benedita Solidária contribui de uma forma generalizada para o apoio às pessoas em situação de carência económica. “Combater a pobreza e a exclusão social, promovendo a inclusão, a coesão social e o desenvolvimento social integrado são missões da associação. “É um complemento às associações já existentes. Através de ajuda não material, mas económica, proveniente de angariações, que possa auxiliar no pagamento de contas de luz, ou de água, rendas ou medicamentos de cidadãos em comprovada situação de carência económica”, esclarece.

No âmbito da pandemia de Covid-19, os pedidos de ajuda aumentaram e as ações de angariação foram suspensas. No entanto, a associação continuou a dar a “resposta possível” às solicitações e disponibilizou ainda um apoio para idosos e grupos de risco em tarefas como idas à farmácia e aos supermercados.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aluno da Escola D. Pedro I conquistou 1.º prémio nas Olimpíadas da Cultura Clássica

António Maria Jorge, aluno da Escola Básica 2,3 D. Pedro I de Alcobaça, ganhou o 1.º prémio nas...

Futsal: Uma década de “ouro” coroada com o 25.º título

O Sporting revalidou o título nacional, no passado sábado, depois de vencer o Benfica (4-3) no terceiro jogo...

Vai uma “jogatana” de padel?

Pode parecer estranho, mas esta história sobre o padel começa a ser contada por um treinador de... futsal....

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!