Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023
Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023

Vanda Furtado Marques cria livro para apoiar doentes com síndrome de Rett

Data:

Partilhar artigo:

A alcobacense Vanda Furtado Marques está a preparar um novo livro, desta vez, com uma vertente totalmente solidária. O objetivo é angariar fundos para apoiar a Associação dos Amigos do Síndrome de Rett na luta para a sensibilização de uma doença rara.

A alcobacense Vanda Furtado Marques está a preparar um novo livro, desta vez, com uma vertente totalmente solidária. O objetivo é angariar fundos para apoiar a Associação dos Amigos do Síndrome de Rett na luta para a sensibilização de uma doença rara.

“Há algum tempo que tenho vontade de criar um novo livro, mas não tinha tema. Por obra do destino cruzei-me com a história da pequena Tatiana, que padece da síndrome de Rett, e com a luta da mãe, Catarina Pereira”, conta a autora ao REGIÃO DE CISTER. Após uma conversa com Catarina Pereira, a escritora ficou sensibilizada com a história da família e decidiu apoiar a sua missão de dar a conhecer a doença que apenas afeta o sexo feminino e que consiste no declínio nas habilidades sociais e da fala após um período inicial de desenvolvimento normal. “É preciso dar a conhecer a doença à sociedade e, desta forma, exigir mais estudos e progressos quanto a formas de melhorar a qualidade da curta vida destas meninas”, afirma.

Região de Cister - Assine Já!

Assim foi criada a ideia da obra “Livro em Amor”, que reúne histórias de Leonor Lourenço, Ana Cristina Luz, José Carlos Moura e Vanda Furtado Marques. O projeto conta ainda com a designer beneditense Tânia Marquês e a ilustradora Catarina Pereira. “São pequenos contos focados em valores como a solidariedade, o afeto e a gratidão”, explica.

O projeto solidário ainda está na fase de angariação de fundos para a impressão. “Precisamos de ajuda para publicar a obra que vai ajudar outras pessoas. É a lei da vida: ajudar e ser ajudado”, conclui.  

AD Footer

Artigos Relacionados

Três em um

#1 JANTAR DE AMIGOS Atualmente um jantar de amigos é algo que me põe nervoso. Há tanta coisa em questão...

José Inácio é o rosto do café que é “capital da imperial”

Corria o ano de 1968 quando José Inácio decidiu investir num estabelecimento no Silval. O nome dado ao...

Coleção de cerâmica projeta voz de Sónia Tavares

Uma peça de cerâmica pode ter várias formas, tamanhos e cores. E se lhe dissermos que também pode...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!