Segunda-feira, Agosto 8, 2022
Segunda-feira, Agosto 8, 2022

Andebol: “Nazarenos” procuram fazer história no Egipto

Data:

Partilhar artigo:

O Mundial do Egipto arrancou esta quarta-feira, mas a caminhada dos “nazarenos” Gil Santos e Rui Ferreira, jogador e técnico do Dom Fuas AC, respetivamente, na maior prova de seleções apenas começa esta sexta-feira.

O Mundial do Egipto arrancou esta quarta-feira, mas a caminhada dos “nazarenos” Gil Santos e Rui Ferreira, jogador e técnico do Dom Fuas AC, respetivamente, na maior prova de seleções apenas começa esta sexta-feira.

A seleção de Cabo Verde estreia-se na competição, num embate com a Hungria que ficará na história daquele país. 

O jogo marca a estreia da seleção cabo-verdiana na competição e será também o primeiro jogo oficial de Gil Santos pela seleção principal do país. “É um sonho jogar o Mundial pelo meu país e estar entre os melhores do mundo”, salienta Gil Santos ao REGIÃO DE CISTER, que não esconde a emoção de estar no mesmo campo com os “jogadores que apenas via pela televisão”.

O cabo-verdiano apenas tinha representado a seleção sub-20 no “Trophy Challenge”, que decorreu na Guiné-Conacri em 2016, e cumpriu dois amigáveis pela seleção A no estágio de preparação que aquela seleção realizou no passado mês de novembro com vista à preparação do Mundial.

O jogador que chegou esta época ao Dom Fuas AC não quis estabelecer um número de golos, mas defende que a seleção de Cabo Verde tem “uma equipa jovem e muito motivada para colocar o andebol cabo-verdiano num nível mais alto”. O jovem, de 23 anos, iniciou-se no andebol na terra Natal Garridos de São Domingos e que passou pelo GCD Praia antes de se mudar para a Nazaré naquela que é a primeira experiência internacional.

Mais experiente é o técnico Rui Ferreira, adjunto do selecionador nacional José Tomaz, que chegou à seleção no início do ano passado e que na estreia comemorou um histórico 5.º lugar na CAN (Campeonato Africano das Nações). O treinador, de 55 anos, responsável por orientar o Dom Fuas AC no âmbito do projeto com o FC Porto, eleva a fasquia e “sonha” com a main round. 

“Sabemos que as congéneres da Hungria e da Alemanha são teoricamente bastante mais fortes, mas também sabemos que temos possibilidade de passar à próxima fase”, garante o técnico, considerando que “a disponibilidade física dos jogadores pode fazer a diferença em campo”. “Queremos fazer história e chegar o mais longe possível”, assegura Rui Ferreira, que conta com vários jogadores conhecidos do andebol nacional.

No próximo domingo, a seleção dos “nazarenos” Gil Santos e Rui Ferreira joga com a Alemanha e dois dias depois fecha o grupo A com o Uruguai, qualificando-se para a main round os três melhores classificados de cada grupo.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Cinco feridos após despiste de viatura que causou incêndio rural em Alfeizerão

Cinco pessoas ficaram feridas na sequência de um despiste de uma viatura, na tarde desta sexta-feira, na localidade...

Nazarena Raquel Libório eleita Best Face Teen Mundial 2022

Raquel Libório, natural da Nazaré, foi eleita Best Face Miss Teen Mundial 2022 A distinção da jovem nazarena, de...

Francesinhas à moda do Porto são a mais recente novidade na freguesia de Turquel

O café/snack-bar “Mira-Serra”, em Turquel, tem um novo “sabor”. Tudo porque, há três meses, o espaço, agora com...

Atelier do Doce remodela casa para criar projeto inovador

A “casa” do Atelier do Doce tem estado em obras. Com a ampliação para mais 1.500 metros quadrados,...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!