Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Câmara de Alcobaça prepara instalação de novos chapéus no Rossio

Data:

Partilhar artigo:

Os chapéus das esplanadas da Praça 25 de Abril, vulgarmente conhecida como Rossio de Alcobaça, bem como da Praça D. Afonso Henriques, vão ser substituídos devido ao avançado estado de degradação. A Câmara de Alcobaça está a deliberar os regulamentos para a aquisição e instalação das estruturas, mas a decisão é já aplaudida pelos comerciantes e pela comunidade.

Os chapéus das esplanadas da Praça 25 de Abril, vulgarmente conhecida como Rossio de Alcobaça, bem como da Praça D. Afonso Henriques, vão ser substituídos devido ao avançado estado de degradação. A Câmara de Alcobaça está a deliberar os regulamentos para a aquisição e instalação das estruturas, mas a decisão é já aplaudida pelos comerciantes e pela comunidade.

A intervenção da autarquia vem dar resposta a várias reivindicações da comunidade. As manchas verdes e negras, resultado das condições meteorológicas, são visíveis na maioria dos chapéus. De acordo com o presidente de Câmara de Alcobaça, os chapéus das esplanadas já não são substituídos há quase duas décadas e, por isso, a intenção é avançar com a alteração assim que seja possível. Todavia, a autarquia precisa ainda de tratar de deliberações regulamentares e dialogar com os comerciantes que usufruem dos chapéus. “É importante conversar com os comerciantes e analisar contrapartidas por parte dos utilizadores. Apesar da manutenção, as estruturas estão muito degradadas e queremos encontrar soluções para que isso não volte a acontecer”, explica Paulo Inácio.

O projeto da autarquia é visto com bons olhos pela comunidade e comerciantes, que ao longo dos últimos anos têm alertado para a necessidade de intervenção. “Aplaudo a decisão, pois estes chapéus já não estão em condições. Alguns têm manchas de bolor e deixam cair a água da chuva, pelo que já não têm muita utilidade”, analisa a alcobacense Maria Rolo, que tem o hábito de desfrutar do pequeno-almoço na esplanada.

É precisamente a pensar nos clientes, que os comerciantes advertem para a necessidade de substituir as estruturas. Segundo Teresa Machado, gerente do negócio do restaurante e da garrafeira A Casa, a requalificação dos três chapéus cedidos pela Câmara é “uma grande necessidade”. “Já foram remendados, mas apesar de todos os esforços de manutenção estão em muito mau estado”, lamenta.

Por sua vez, a proprietária da Casa dos Doces Conventuais acredita que a substituição dos chapéus vai “dignificar” o rossio, deste modo, acolher os visitantes da melhor forma. “Estamos a falar da zona histórica da cidade, que deve ser glamorosa. Esta intervenção é sem dúvida bastante pertinente”, afirma Graça Salteiro.

O assunto foi levantado em reunião de Câmara pelo vereador do CDS-PP, Carlos Bonifácio, considerando que a aquisição de novos chapéus para as esplanadas deve ser acompanhada de uma reabilitação do saibro na Praça 25 de Abril e na Praça Afonso Henriques, de reposição das guardas recentemente furtadas e de intervenções no mobiliário urbano. Para Cláudia Vicente (PS), a intervenção é “pertinente”, pois “o rossio é ponto central da cidade e local de convívio para a comunidade e turistas”. “Dada a relevância do espaço é preciso estabelecer medidas que evitem uma nova degradação das estruturas. É necessário assegurar a manutenção e a responsabilidade da mesma”, alerta.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!