Terça-feira, Julho 5, 2022
Terça-feira, Julho 5, 2022

Atletismo: Emilia Pisoeiro “ensina” como conquistar medalhas

Data:

Partilhar artigo:

Somar dezenas de medalhas na carreira é um patamar que poucos atletas se podem gabar de atingir. Fazê-lo de forma “amadora” e longe da terra natal (Polónia) eleva ainda mais a missão.

Somar dezenas de medalhas na carreira é um patamar que poucos atletas se podem gabar de atingir. Fazê-lo de forma “amadora” e longe da terra natal (Polónia) eleva ainda mais a missão.

Emilia Pisoeiro, de 35 anos, está radicada em Pataias há uma década e foi na Lagoa de Pataias que se preparou para as 27 medalhas nacionais individuais e coletivas e 24 medalhas distritais, num total de 198 competições, incluindo provas populares. E só não subiu ao pódio em 12 ocasiões…

“Não sendo profissional, muitas vezes tenho de participar em competições populares para conseguir financiar a minha preparação física para as provas nacionais e internacionais”, sustenta a atleta, que começou a correr aos 14 anos e que após dois anos já mostrava talento para a modalidade e vencia medalhas a nível nacional na Polónia.

Em 2005, alcançou a 9.ª posição na prova de 3.000 metros obstáculos nos Campeonatos da Europa Júnior, na Lituânia, mas o destino era arrecadar medalhas em Portugal. A atleta conheceu o ex-atleta nazareno Paulo Pisoeiro, numa prova em França, e durou pouco tempo até mudar-se para Portugal. Pataias foi o local escolhido para residir pela acessibilidade e pela proximidade aos locais de trabalho.

É que além de dar aulas extracurriculares a alunos do 1.º ciclo, a atleta é, ainda, assistente operacional no Agrupamento de Escolas Henrique Sommer, na Maceira, e é treinadora da secção de atletismo das Piscinas Municipais de Pataias. 

Entre várias funções a cumprir diariamente, escasseia o tempo para treinar, mas com “esforço de todos” tudo se consegue. A atleta tem os planos de treino recomendados pelo treinador da equipa RD Águeda, Ricardo Esteves, e é Paulo Pisoeiro quem ajuda no treino e a orientar as tarefas de casa. “Por vezes não sabemos como conseguimos gerir a vida familiar com as provas, porque são fins de semana de um lado para o outro”, acrescenta Paulo Pisoeiro, referindo-se ao filho Alexandre, de 9 anos.

Entre J. Vidigalense, Benfica, Clube de Atletismo Prof. Emilia Pisoeiro e RD Águeda, clubes que representou desde que chegou ao País, Emilia Pisoeiro destaca o título de campeã nacional de 3.000 obstáculos, em 2019, como um dos mais importantes da carreira, assim como os títulos de vice-campeã nacional nos 1.500 metros e 10.000 metros, alcançados este ano, em Braga e Coimbra, respetivamente. 

A pataiense “de coração” tem, à semelhança da maioria dos atletas, o sonho de competir numa edição dos Jogos Olímpicos, mas também sonha ser professora a tempo inteiro. Caso não consiga atingir o sonho de ir às Olimpíadas, pelo menos sabe-se que será boa professora na “disciplina” de conquistar medalhas. 

Força de vontade e trabalho são a base do sucesso 

Os segredos para o sucesso da atleta são, naturalmente, o talento, mas também a força de vontade e o trabalho em prol da modalidade. 

“Sou uma pessoa muito competitiva, não só na vida pessoal mas também na vida profissional. Tento sempre realizar todas as minhas tarefas logo no momento para não deixar nada para trás”, afiança Emília Pisoeiro, assegurando que treinar muito e analisar as provas e as adversárias são fundamentais para ganhar as provas.

A atleta assume que o desejo é continuar a correr e a subir aos pódios nacionais e internacionais, mas revela que pretende deixar de correr de forma competitiva aos 40 anos. Até 2026, há muitas provas para conquistar.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!