Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023

Entre petiscos e gastronomia moderna, a Ordem é degustar

Data:

Partilhar artigo:

Está dada a “Ordem”. Abriu um novo restaurante de petiscos e vinhos portugueses no centro histórico de Alcobaça. O espaço, com capacidade para 30 lugares, 20 no interior e 10 na esplanada, resulta de uma parceria entre os irmãos alcobacenses João e Joana Vitorino e pelo conterrâneo e amigo José Gedeão. A partir de setembro prevê-se que o restaurante esteja a funcionar na plenitude.

Este conteúdo é apenas para assinantes

Por favor, assine ou entre na sua conta para desbloquear este conteúdo.

“A ideia de investir neste espaço [situado na Rua Frei António Brandão, em Alcobaça] é a de preencher uma lacuna na cidade. Uma pessoa que queira comer um prego às 22 horas não tem onde ir, e é nesse sentido que pretendemos também ser um restaurante diferenciador”, explica João Vitorino ao REGIÃO DE CISTER, notando também que o estabelecimento pretende ser um local em que os clientes se juntam diariamente após um dia de trabalho, “seja para beberem um copo ou para petiscarem alguma coisa”.

Atualmente, o restaurante está aberto entre as 17 horas e as 23 horas, porém, a partir de setembro, e com exceção do domingo de folga, o mesmo deverá abrir às 12 horas, sendo que a hora de fecho é determinada… pelos clientes.

“Queremos que os nossos clientes se sintam em casa e que passem um bom bocado”, explica, por sua vez, José Gedeão, também responsável pela cozinha. E é precisamente nos cardápios que há uma das grandes novidades relativamente aos restaurantes tradicionais. A ementa é alterada semanalmente, assim como a carta de vinhos, sendo que nas mesmas constará sempre a recomendação do petisco e do vinho da semana.

Região de Cister - Assine já!

Além dos tradicionais petiscos, os ovos rotos, o Tataki de Atum, ou o Gravlax (salmão curado) servido numa cornucópia, a título de exemplo, prometem fazer a delícia dos visitantes. E se for vegetariano ou vegan não se preocupe: o restaurante Ordem tem preparada uma solução para o satisfazer. Os produtos da região, referem também os empresários, vão fazer parte do dia-a-dia da cozinha do restaurante.

A aposta num conceito amplo e que chegue a todas as gerações foi uma das premissas que levou os empresários a abrirem o espaço, motivados também pela ambição de fazer crescer a cidade. “Somos nascidos e criados em Alcobaça e queremos ajudar a que a cidade possa crescer na oferta à população local e também a quem está apenas de passagem”, disse José Gedeão, contando que a abertura do negócio já estava delineada desde 2020, mas que a pandemia acabou por atrasar o arranque do projeto.

Seja para um jantar em família ou com amigos, para um simples petisco fora de horas ou para fugir ao desassossego do dia de trabalho, a ordem é mesmo parar neste espaço que abriu num local em que, segundo se diz, os bitoques faziam furor na época do café do “Isidrinho”.

A ideia, claro está, é repetir o sucesso que aquele espaço outrora teve enquanto Café Paris. Ordem para petiscar. Ordem para beber.

AD Footer

Artigos Relacionados

Associação de Monte de Boi tem um presidente… “ator”

É natural de Setúbal, mas ainda não tinha 1 ano de idade quando se mudou para o concelho...

Leiriense valoriza Chita de Alcobaça em marca de vestuário sustentável

A leiriense Inês Fonseca lançou recentemente uma marca de vestuário sustentável, a que deu o nome de Pandã,...

18 empresas da região distinguidas nos Wedding Awards 2023

A região viu 18 empresas serem reconhecidas, num total de seis categorias, na 10.ª edição dos Wedding Awards...

Hóquei: HC Turquel vence dérbi da região com Xavi(s) d’ouro

Vencer o dérbi diante da Biblioteca (7-5) já é bom, garantir a continuidade na liderança da Zona Sul...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!