Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Terça-feira, Janeiro 31, 2023

Almoço dos pais Natais: uma tradição cumprida há 25 anos

Data:

Partilhar artigo:

Há 25 anos que um grupo de amigos de Alcobaça se junta no último sábado antes do Natal para um almoço – que normalmente se estende ao jantar –, para comemorar a amizade e o espírito natalício. As regras são simples: vestir-se de pai Natal, boa disposição e muitos brindes à amizade.

Este conteúdo é apenas para assinantes

Por favor, assine ou entre na sua conta para desbloquear este conteúdo.

“O primeiro almoço foi em 1997 no antigo restaurante Casa da Sofia, em Aljubarrota. Começou por ser um grupo pequeno de amigos – éramos uns oito – e com o passar dos anos mais gente se foi juntando à tradição“, explica o alcobacense Mário Cerol, um dos elementos do grupo que cumpre religiosamente esta tradição anual.

“Chegámos a fazer donativos a algumas instituições de Alcobaça com uma verba que acrescentávamos ao almoço”, lembra. “Um dos anos fomos para o restaurante numa camioneta das obras, noutro chegámos a ir de comboio do Natal para Aljubarrota e ainda chegámos a ir de autocarro para Coz”, acrescenta o alcobacense, que faz parte do grupo fundador do almoço dos pais Natais de Alcobaça. “É sempre um momento de grande alegria, porque muitos de nós nos voltamos a encontrar e é sempre uma grande animação”, confessa. “Passados 25 anos de fazermos este almoço, já há pais e filhos no mesmo almoço“, acrescenta o alcobacense. Num dos anos o almoço foi realizado no dia 24, que calhou ser um sábado. “É fácil perceber que não resultou”, atira Mário Cerol, explicando que desde então o almoço passou para o último sábado antes do dia 24 de dezembro.

Este ano, juntaram-se cerca de três dezenas de amigos, “os mesmos de sempre e outros mais novatos”. Na fotografia da praxe, captada na escadaria do Mosteiro, na Praça 25 de Abril, o grupo “apanhou” um casal, que tinha acabado de se casar e de batizar o filho, convidando-os a integrar a fotografia do almoço dos pais-natais, que se junta ao álbum de recordações do grupo com a etiqueta “25 anos do almoço dos pais Natais de Alcobaça”.

Região de Cister - Assine já!

“Apesar das diferenças, fomos sempre unidos em prol deste evento, alguns já partiram e tantas e boas saudades nos deixaram”, partilhou Mário Cerol. “Já nos aguentamos menos, mas é uma tradição para manter enquanto pudermos”, assevera o comandante dos Bombeiros da Nazaré, entre risos. Chegou também a ser hábito o grupo de amigos assistir ao jogo do Ginásio e misturar-se com a claque “Raio Azul”. Hoje em dia, “já é mais calmo”, mas “intenso à mesma”.

Tanto que houve quem viesse diretamente de Paris (França), do Algarve ou de Lisboa para a cidade de Alcobaça para marcar presença naquele que é o almoço mais aguardado do ano por este grupo.

AD Footer

Artigos Relacionados

Andar com o escritório numa mão

Fábio Filipe tinha duas opções: passar das funções de club manager para área manager de um clube de...

‘Dragão’ Stephen Eustáquio marca e conquista Taça da Liga de futebol

Stephen Eustáquio teve papel bastante importante ao apontar o primeiro golo na vitória que deu ao FC Porto...

Oonify abre espaço dedicado à formação na Nazaré

A Oonify abriu, recentemente, na Nazaré, um novo espaço de formação, a que chamou de "Oonify Space". O novo...

Sons Com(n)Sentidos ouvem-se agora nos cavaquinhos e percussão da Cercilei

Em cima do palco, os homens apresentam-se de suspensórios, as mulheres levam uma bandolete na cabeça. Todos vestem...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!