Sábado, Janeiro 28, 2023
Sábado, Janeiro 28, 2023

Sandra Coelho “defende” sonho na Catalunha

Data:

Partilhar artigo:

Sandra Coelho é eborense, mas, por estes dias, é na Catalunha, em Espanha, que tem deixado gravado o seu nome. A jovem, de apenas 23 anos, é guarda-redes do Vila-Sana, uma das mais conceituadas equipas do campeonato espanhol feminino, e persegue o sonho de fazer carreira profissional no hóquei em patins.

This Content Is Only For Subscribers

Please subscribe to unlock this content. Enter your email to get access.
Your email address is 100% safe from spam!

“A minha ida para Espanha foi, sem dúvida, exclusivamente pelo hóquei. Era algo que nunca tinha ponderado, porque nunca pensei ter um convite, mas quando o mesmo surgiu parecia algo demasiado bom para ser verdade. Assentei a ideia e quando vi que era exequível, percebi que não podia deixar de ter esta experiência”, atirou a hoquista.

Por ocasião da quadra natalícia, a jogadora voltou a casa e, em entrevista ao REGIÃO DE CISTER, falou sobre as diferenças entre o campeonato português e espanhol. “As mais significativas são o ritmo de jogo: em Espanha o hóquei feminino é muito mais rápido que em Portugal, e também em Espanha é um jogo muito mais tático, com especial atenção ao pormenor técnico. Não é por acaso que é a melhor liga do mundo e a que reúne as melhores jogadoras do mundo, oriundas de vários países”, analisou.

Fazendo um balanço sobre os últimos dois anos no país vizinho, Sandra Coelho mostrou-se satisfeita. “A nível coletivo, na temporada passada queríamos mais, mas cumprimos o objetivo, que era a qualificação para a Liga Europeia. A nível pessoal tem sido muito positivo em termos de evolução, e como palco importante para mostrar o meu trabalho e a minha evolução. Só faltam mesmo os títulos para ser a cereja no topo do bolo”, descreveu, apontando a qualificação para a Liga Europeia e a conquista de, pelo menos um título, como os objetivos definidos para esta temporada.

A hoquista iniciou-se nos escalões de formação da Alcobacense, tendo depois representado o HC Turquel, o Benfica, o Campo de Ourique e o Vilafranquense antes de surgir o convite para rumar a Espanha em 2021.
Com 11 jornadas já disputadas em 2022/2023, o Vila Sana lidera a tabela classificativa, com 31 pontos, estando na mira a conquista do título de campeão nacional, o que, a suceder-se, será o primeiro da história do clube e, também, o primeiro de Sandra Coelho em terra de “nuestros hermanos”.

O regresso a Portugal é um cenário em aberto, ainda que não para já. “É cá [em Alcobaça] que tenho as minhas raízes e sinto-me bem é junto da minha família. Já são muitos anos longe de casa por paixão ao hóquei em patins. Mas estou no topo do hóquei feminino, na melhor liga, num clube que trabalha de forma quase profissional, numa equipa com algumas das melhores jogadoras do mundo e a disputar os melhores títulos que há a nível de clubes”. A viagem de regresso será marcada quando sentir que “é o momento certo de desfrutar do hóquei de uma forma mais ligeira”, defendeu. Certo é que a guarda-redes tem voado bem alto…

 

 

 

 

 

 

 

AD Footer

Artigos Relacionados

Oonify abre espaço dedicado à formação na Nazaré

A Oonify abriu, recentemente, na Nazaré, um novo espaço de formação, a que chamou de "Oonify Space". O novo...

Sons Com(n)Sentidos ouvem-se agora nos cavaquinhos e percussão da Cercilei

Em cima do palco, os homens apresentam-se de suspensórios, as mulheres levam uma bandolete na cabeça. Todos vestem...

Acidente com trator agrícola provocou um ferido grave em Évora de Alcobaça

Um ferido grave foi o resultado de um acidente com um trator agrícola, ocorrido na tarde desta quarta-feira,...

Ricardo Esgaio e Stephen Eustáquio disputam conquista da Taça da Liga de futebol

Os futebolistas nazarenos Ricardo Esgaio, com as cores do Sporting, e Stephen Eustáquio, com o símbolo do FC...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!