Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024
Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Projetos para gestão de perdas de água são aposta municipal

Data:

Partilhar artigo:

Os Serviços Municipalizados de Alcobaça apresentaram aos presidentes de juntas, no passado dia 17, dois projetos para gestão de perdas de água e levantamento das infraestruturas – “Redução de Perdas e Energia – Implementação de Zonas de Medição e Controlo” e “Cadastro das Infraestruturas de Abastecimentos de Água e Saneamento de Águas Residuais em Baixa”.

Durante a reunião com os autarcas das freguesias do concelho de Alcobaça, que decorreu no salão nobre dos Paços do Concelho, foram dados a conhecer os dois projetos cofinanciados que permitem aos Serviços Municipalizados um maior conhecimento das infraestruturas de saneamento e abastecimento de água do concelho, bem como uma melhor gestão das perdas de água e de energia.

Os dois projetos envolvem valores bastante elevados, uma vez que o total de ambos atinge cerca de 850 mil euros, sendo cofinanciados em grande parte pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Região de Cister - Assine já!

No caso concreto do projeto “Redução de Perdas e Energia – Implementação de Zonas de Medição e Controlo”, cujo orçamento é de 579.898,80 euros, cofinanciado em 386.762,13 euros pelo POSEUR, foram distribuídos por todo o concelho de Alcobaça cerca de 52 equipamentos de gestão remota, capazes de trasmitir, em tempo real, dados bastante relevantes sobre a pressão dos caudais de água, sem esquecer ainda o registo de ocorrência de perdas.

Recorde-se, a propósito, e de acordo com os últimos dados revelados sobre esta temática, que Alcobaça é um dos concelhos em todo o País que regista um menor resgisto de incidências ao nível do desperdício da água, com uma taxa de cerca de 18% de perdas a partir da rede de distribuição. Desta forma, e com estas pequenas estações de telegestão que serão dinamizadas ao abrigo do referido projeto, é possível combater ainda mais o desperdício de água, podendo os valores do concelho de Alcobaça serem ainda mais reduzidos num futuro próximo.

Relativamente ao outro projeto que foi apresentado, o “Cadastro das Infraestruturas de Abastecimentos de Água e Saneamento de Águas Residuais em Baixa”, o mesmo comporta um orçamento de 270.930 euros, sendo, também ele, cofinanciado pelo POSEUR, neste caso em 231.043,54 euros. Trata-se de uma ferramenta em permanente utilização e que está relacionada com o levantamento da rede de condutas, adutores, estações elevatórias e outras estruturas similares existentes no concelho de Alcobaça. Assim, sempre que um técnico se deslocar ao terreno, pode atualizar, em tempo real, este cadastro com novas condutas e contadores.

O trabalho em equipa foi enaltecido pelo presidente da Câmara de Alcobaça. “Pretendemos que as juntas de freguesia tenham acesso a esta informação, pois são quem melhor conhece o nosso território. Para que estas ferramentas sejam atualizadas e complementadas, é preciso que todos trabalhemos em rede e em parceria”, admitiu Hermínio Rodrigues, citado em nota pública divulgada pela autarquia.

AD Footer

Artigos Relacionados

“El Corte Inglés” de Turquel é um (Agro)êxito da freguesia

Quem entra no estabelecimento comercial Agro-Êxito, na Rua das Eiras, certamente não sai insatisfeito. Porque mesmo que não...

Suinicultura e pedra assumem importância na economia local

A economia de Turquel é caracterizada por setores de diversas áreas de atividade e pela resiliência dos seus...

Sociedade Filarmónica dá música há 110 anos

Há instituições que merecem ser evidenciadas não só pela qualidade, mas também pela longevidade. É o caso da...

União Desportiva de Turquel cada vez mais forte e com sucesso na forja

Fundada a 30 de junho de 1982, a União Desportiva de Turquel (UDT) vive um período próspero. As...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!