Alunos do Centro Escolar da Benedita dão forma ao barro em ateliê

Crianças, barro, materiais... ação! O Centro Escolar da Benedita abriu portas ao “Ateliê do Barro”. Do ensino pré-escolar ao 4.º ano, todos os alunos tiveram oportunidade de por as mãos na massa e dar asas à imaginação, em dois workshops, com a ajuda da artesã Lúcia Duarte. 

Esta segunda-feira acontece última sessão do Ateliê do Barro, com a artesã a trazer até ao Centro Escolar várias peças realizadas por si ao longo dos anos.

Prevista no Plano de Atividades do Centro Escolar, a iniciativa, realizada fora do tradicional contexto de sala de aula, pretendia que os alunos trabalhassem a temática do ecoturismo, através do manusear da arte plástica.

“Tendo em conta o tema central, nada melhor do que trabalhá-lo através do barro e com quem o domina”, adiantou a coordenadora daquele estabelecimento escolar, Liliana Sousa.

Durante as duas sessões do ateliê trabalharam-se os símbolos tradicionais locais, relacionados com o turismo. Previamente, em sala de aula, os alunos tiveram liberdade para imaginar as peças a que queriam dar corpo.

“É também uma forma das crianças darem mais valor ao artesanato e poderem ter novas experiências com o barro, promovendo uma maior sensibilidade artística”, explicou a professora, acrescentando que, assim “os mais novos passam a valorizar a dificuldade da construção de uma peça de raiz, bem como a compreender melhor a linha que separa a imaginação do trabalho real”. A matéria-prima foi trazida de  Aljubarrota por Lúcia Duarte.

O entusiasmo das crianças foi moldado em cada peça aprimorada que realizaram. No final do dia, as “obras” ficam a secar na sala de aula, devidamente identificadas, para quando (finalmente) secas, cada “artista” levar a sua para casa.