Books & Movies já "anda" pela cidade

A magia do Books & Movies já se espalhou pela cidade de Alcobaça. Em cada canto, respira-se cultura, sob a forma literária ou de vídeo. Esta manhã, no Jardim do Amor, espaço recém inaugurado, foram abertas as portas à odisseia que termina no próximo dia 10.

Durante dez dias, alunos de todo o concelho, cerca de 800 por dia, vão percorrer a cidade. À espera delas estão autores de literatura infantojuvenil, teatro baseado em obras dos programas escolares e visitas guiadas a exposições de Banda de Desenhada e Pop Art, de Mário Viegas e de Lixo Marinho. À noite o Books & Movies faz o apelo aos mais velhos. Esta noite, às 21 horas, há um encontro com a escritora Isabel Stilwell, no Café Real Baça, em frente ao Mosteiro de Santa Maria.

"Todos os espaços culturais foram envolvidos neste grande evento cultural. Queremos deixar uma semente, para que se cultive o gosto pela literatura e pela arte do vídeo, nomeadamente junto dos mais jovens", afirmou Inês Silva. A vereadora da Cultura na Câmara de Alcobaça referiu que o Books & Movies já começou a ser preparado em setembro e agradeceu o empenho de todos os funcionários envolvidos no projeto, bem como professores e diretores das escolas.

Paulo Inácio testemunhou que a Câmara "tem feito um esforço para que a cultura continue bem atuante" no concelho. Elogiou o trabalho feitos pelos artistas Thierry Ferreira e Renato Franco, autores das esculturas no Jardim do Amor: "O reconhecimento por vezes vem de fora, mas tem de começar a ser feito também internamente. Com estes valores o futuro está asseguradao".

Thierry Ferreira, que garante que é mais fácil fazer arte do que falar sobre arte, explicou, a propósito de um trabalho seu que está a passar na Central Elétrica na Confluência dos Rios, que o "vídeo encaixa como qualquer outro media", acrescentando que é um "meio que permite colocar as imagens em movimento".  

Após a visita à exposição patente na Central Elétrica, seguiu-se para o Armazém das Artes, onde mais uma vez Alberto Guerreiro, também museólogo na Câmara, fez uma visita guiada às diferentes salas. "Um espaço muito grande que se tornou num verdadeiro desafio.São os alunos de artes do concelho que dão as boas-vindas à exposição", salientou o curador.

Até ao dia 10 deste mês, escritores, ilustradores, cineastas e artistas profissionais vão aos cafés e espaços da cidade partilhar as suas experiências com os leitores e amantes do cinema. Além de Isabel Stilwell, Mário Cláudio, João Tordo, Milene Matos, David Machado, Marc Parchow são alguns dos nomes fortes do festival, que, para além das conversas literárias e projeção cinematográfica, incluiu exposições, teatro, música, "Rock Fest" no Museu do Vinho, mercado do livro, workshops de produção de livros e de ilustração, atividades lúdicas e uma produção de teatro de rua "A Viagem do Elefante", baseada na obra de José Saramago.

O festival inclui ainda a Gala Books & Movies 2015cuja apresentação vai estar a cargo da atriz beneditense Diana Marquês Guerra, na qual será prestada homenagem ao escritor Mário Zambujal e entregue o Prémio Internacional Books & Movies a Francisca Noválio, autora da obra “Correio Aéreo – Correspondência entre duas cidades-amantes".

Sai de casa e acompanhe a cultura que se está a fazer nos diferentes cantos da cidade.