Covid-19: Alcobaça prepara hospital de campanha

A Câmara de Alcobaça vai implementar, a partir desta quinta-feira, um plano de contingência para a instalação de um hospital de campanha no Pavilhão Gimnodesportivo Municipal de Alcobaça. A medida foi anunciada pelo presidente da Câmara.

Com o objetivo de "precaver quer o agravamento do cenário atual quer alguma situação mais crítica que possa ocorrer nas IPSS do concelho", o chefe do executivo municipal já determinou a limpeza e higienização integral por uma empresa certificada do Pavilhão Gimnodesportivo Municipal de Alcobaça. Será ainda feita uma revisão e adaptação das infraestruturas de fornecimento de água, eletricidade e saneamento deste espaço e esta sexta-feira serão fornecidas pelas Forças Armadas Portuguesas (fuzileiros) 40 camas com colchões para serem acomodadas no respetivo equipamento.

"Com este dispositivo, ficamos preparados para, em apenas 24 horas e em caso de necessidade, montar um hospital de campanha ou uma estrutura apoio às IPSS", explica Paulo Inácio.

Em Caldas da Rainha foram esta segunda-feira montados dois hospitais de campanha “para prevenir e acautelar a capacidade de resposta hospitalar ao surto de coronavírus”, explica a autarquia, que se articulou com o Centro Hospitalar do Oeste Norte (CHON) e a autoridade de saúde local para adaptarem o Pavilhão da Mata, próximo do CHON, e o Centro de Alto Rendimento de Badminton. Cada um dos hospitais de campanha tem capacidade para receber 30 doentes.

Em Leiria, o Estádio Municipal está também a ser preparado para a eventualidade de ser necessário ali instalar gabinetes de consulta médica e de isolamento, por forma a “aliviar os centros de saúde e o hospital, evitando novos focos de contágio”, anunciou esta terça-feira o presidente da Câmara, acrescentando que a medida visa acautelar também o risco de colapso dos serviços.

O objetivo, esclarece Gonçalo Lopes, é “criar um centro de diagnóstico móvel, tipo ‘drive thru’”, em articulação com a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, com os municípios da área de influência do Hospital,-  entre os quais Alcobaça, Nazaré e Porto de Mós - e com as autoridades de saúde, para facilitar os testes laboratoriais a casos suspeitos de infeção por Covid-19. O serviço destina-se unicamente a suspeitos referenciados pelo Serviço Nacional de Saúde.