Covid-19: Banco Alimentar promove campanha de recolha de alimentos sem voluntários

O Banco Alimentar Contra a Fome vai realizar, pela primeira vez, uma campanha de recolha de bens alimentares sem voluntários. A iniciativa inédita visa garantir que a pandemia de Covid-19 não impossibilita a recolha de bens para os mais carenciados.

"Face às condicionantes inerentes à pandemia Covid-19, esta campanha será feita, pela primeira vez, sem o envolvimento de voluntários, para proteção de todos. Será uma campanha Ajuda Vale", informa o Banco Alimentar em comunicado. Deste modo, entre os dias 21 e 31 de maio, a população é convidada a adquirir os vales, que estarão disponíveis nas caixas de pagamento e que correspondem a um alimento que será doado ao Banco da Alimentar da região.

Os bens alimentares angariados nos supermercados dos concelhos de Alcobaça e da Nazaré são destinados ao Banco Alimentar Contra a Fome do Oeste. Será ainda possível ajudar com a entrega de doações nas instalações da central, junto à estação ferroviária de Caldas da Rainha. As portas abertas estão abertas todos os dias da semana das 9:30 às 16:30 horas.

Em simultâneo, decorre uma campanha online através do site www.alimentestaideia.pt.

"Apelamos ao altruísmo de todos e a que toda a sociedade se mobilize para ajudar quem mais precisa. Os Bancos Alimentares enfrentam neste momento grandes dificuldades para fazer face ao enorme aumento do número de famílias que precisam de ajuda alimentar. Contamos com os resultados desta campanha para poder chegar a todos para que nenhum prato fique vazio", lê-se em comunicado.