Detetada descarga ilegal de resíduos no Rio Tornada

Uma descarga ilegal de um efluente pecuário proveniente de uma exploração suinícola para uma linha de água afluente do Rio Tornada, em Alfeizerão, foi detetada na segunda-feira pelo Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Caldas da Rainha.

Após a denúncia de uma rejeição de efluentes pecuários para uma linha de água, os militares detetaram uma descarga diretamente para o curso de água através de um tubo ligado a uma lagoa de depuração.

Após as diligências, foi identificado o ponto de origem da descarga, resultando na elaboração de um auto de contraordenação por descarga de efluente pecuário diretamente para a linha de água sem a autorização da entidade competente (Administração da Região Hidrográfica de Lisboa e Vale do Tejo) punível com uma coima no valor máximo de 144 000 euros.